Vereadora Andréa Gouvêa Vieira é investigada pelo Ministério Público Estadual por espalhar notícias falsas contra a Cedae

Carlos Newton

A vereadora Andrea Gouvêa Vieira (PSDB) e sua assessoria de imprensa estão sendo investigadas pelo Ministério Público Estadual por divulgar notícias falsas.  O inquérito, que tem número 0146674-90.2010.8.19.0001, foi instaurado a pedido do presidente da Cedae, engenheiro Wagner Victer, que pretende requerer indenização por danos morais pelos prejuízos provocados à empresa, em função dos boatos espalhados pelo gabinete da vereadora.

O problema começou quando, através de sua assessoria de imprensa, a vereadora distribuiu material para jornais, rádios e televisões, anunciando que a Cedae iria abrir as comportas do sistema do Rio Guandu e provocar um grande alagamento no município Seropédica, em abril.

Essas notícias geraram pânico nos moradores e muito prejuízo para a Cedae, que sofreu críticas por parte da imprensa durante dez dias. Sem saber de onde partiram as falsas notícias, o presidente da Cedae, Wagner Victer, acionou a Polícia Federal, que rastreou os e-mails recebidos pelos órgãos de comunicação e descobriu que os boatos partiram do gabinete da vereadora.

Andréa Gouvêa Vieira nega envolvimento no caso, mas a investigação já comprovou que o e-mail disparado para a imprensa partiu mesmo de seu gabinete da Câmara de Vereadores. Segundo a Assessoria da Cedae, o próximo passo agora é a abertura de processo contra a vereadora, requerendo indenização por danos morais.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *