Viajando a seu lado no trem do Pantanal, seguindo a canção de Paulo Simões

Paulo Simões se apresenta em Aquidauana nesta sexta-feira - O Pantaneiro

Simões é um dos mestres da música pantaneira

Paulo Peres
Poemas & Canções

   
O cantor e compositor carioca Paulo Simões mora em Campo Grande, MS, onde passou parte da adolescência descobrindo amigos e futuros parceiros, como os irmãos Geraldo e Celito Espíndola, Geraldo Roca e Almir Sater.
A bonita letra de “Trem da Solidão” é um convite à alguém que também se encontra solitário para juntarem os seus corações e seguirem em frente. A música foi gravada por Paulo Simões no CD Arrasta pé – volume II, em 1997, produção independente.
TREM DA SOLIDÃO

Paulo Simões

Rodar junto ao seu
E vamos atrás do sol que nasceu
E se o seu coração
Acompanhar o meu
Nós vamos formar o trem da solidão

Pelos trilhos dourados da aurora
Vamos embora
Pelos trilhos vermelhos do poente
Vamos embora, vamos em frente

Deixe o meu vagão
Rodar junto ao seu
E vamos atrás do sol que nasceu
E se o seu coração
Acompanhar o meu
Nós vamos até a última estação

Vamos embora
Com o sangue na veia
Pelos trilhos azuis da lua cheia
Pelos trilhos dourados da aurora
Pelos trilhos vermelhos do poente
Vamos embora, vamos em frente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *