Vice-presidente do Comitê da ONU critica descumprimento da “ordem” pelo Brasil

Resultado de imagem para ONU + sarah cleveland

Sarah Cleveland diz que Brasil violou Protocolo da ONU

Jamil Chade
Estadão

Na sexta-feira, 31, com base no entendimento de que o petista está enquadrado na Lei da Ficha Limpa, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recusou o direito de Lula a participar das eleições 2018.  A vice-presidente do Comitê de Direitos Humanos da ONU, Sarah Cleveland, criticou a decisão de negar o registro da candidatura ao Palácio do Planalto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato.

Em meados de agosto, o Comitê de Direitos Humanos da ONU havia concedido medidas cautelares e solicitado às autoridades brasileiras que mantivessem os direitos políticos de Lula até que seu caso fosse avaliado pelo Supremo Tribunal Federal. O órgão formado por 18 peritos independentes, porém, não atendeu ao pedido para que o ex-presidente fosse solto.

ÚLTIMA INSTÂNCIA – A lógica da decisão, segundo Sarah Cleveland, foi a de garantir que Lula não tivesse seus direitos violados antes de uma decisão final sobre seu caso, numa última instância. O governo brasileiro deixou claro, desde o início, que considerava a decisão do Comitê como sendo apenas uma recomendação, sem poder vinculante.

“A ação do Brasil é muito lamentável”, declarou Cleveland, que foi uma das duas peritas que assinou as medidas cautelares a favor de Lula.

“O Comitê de Direitos Humanos considera a falha em cumprir com as medidas cautelares como uma violação ao Protocolo Adicional e, se a situação continuar como tal, o Comitê comunicará isso ao governo em seu devido tempo”, alertou a vice-presidente, que ocupa o cargo de professora de direito da Universidade de Columbia, nos EUA.

PROTOCOLO –  O Brasil foi um dos governos que aderiu ao protocolo que permite que um indivíduo possa entrar com uma queixa contra seu Estado.

“A ação apropriada para o Brasil, se discordava das medidas provisórias ou tivesse um contra argumento, seria de submetê-los ao Comitê, junto com um pedido para que as medidas provisórias fossem suspensas, e não argumentar que os tribunais domésticos não devem seguir as medidas cautelares”, explicou

Apesar de as medidas cautelares terem sido declaradas, o mérito do caso de Lula apenas será tratado pelo orgão da ONU em 2019. De acordo com Cleveland, o processo ainda está pendente.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
O PT está apelando ao Comitê da ONU e o recurso será relatado pela própria Sarah Cleveland, que vai dar nova “ordem” ao Brasil para registrar a candidatura de Lula e deixar que ele faça campanha e participe dos debates. Parece Piada do Ano, mas esta senhora fala sempre sério, tipo Bussunda. (C.N.)

36 thoughts on “Vice-presidente do Comitê da ONU critica descumprimento da “ordem” pelo Brasil

  1. Para um pais cheio de acidentes não naturais, um povo sofrido com o descaso dos poderes publicos e ainda tem gringo querendo tirar casquinha, fica quase impossivel, manter o equilibrio e sobreedade, então peço desculpas a todos os que ficarem chateados e os que não
    mas que tal essa senhora ir da o u pro cachorro.pqp,

  2. Essa ONU é a mesma que fecha os olhos para ditaduras e ditadores genocidas.

    Como se não bastasse, um ou outro membro sombrio dela quer agora “ordenar” que o Brasil tenha como candidato à presidência um condenado em segunda instância! E que já cumpre corretamente sua pena!

    Essa ONU não pode mesmo ser levada a sério! Em hipótese alguma!

  3. Uma amostra gratis do globalismo: uma desconhecida qualquer quer impor sua vontade aos milhões de brasileiros, acabando com a soberania e auto determinação dos povos.

    A onu não serve para nada.

  4. .
    REITERO:
    a Mulher É o ser mais expressivo da Criação Divina!
    Isto é incontestável!
    Chega ao Máximo de ser a colaboradora maior e imediata do próprio Deus na fantástica obra da reprodução da vida humana.
    Então, podemos dizer que a MULHER, neste mundo, É TUDO !!!
    .
    mas, convenhamos – pois É certo, quando a mulhé degenera, resulta-se a imagem do demônio.
    uma mulhé que apoia e luta por BANDIDO(S) torna-se um ser abjeto, nojento, insuperável na sua ruindade.
    veja-se essa peste, cujo retrato vai aí em cima e cujo nome não escrevo para não conspurcar meu teclado.
    o que ocorre mundo afora – e a Venezuela do podre é atestado atual e evidente [Mulheres vendendo o próprio corpo para sobreviver], nada importa para ela.
    mas essa mulhé asquerosa quer ditar normas para nosso país.
    É preciso dar UM BASTA!
    C H E G A !!! !!! !!!

  5. As mentes iluminadas que ocupam as sinecuras da ONU nunca ouviram falar da independência dos três poderes? Que o governo brasileiro não pode “obrigar” seus juízes ou tribunais a decidirem deste ou daquele jeito?
    Não sei se essa Ms. Cleveland é americana, inglesa ou australiana, não vou me dar ao trabalho de consultar o google pra saber. Mas desde a queda do muro de Berlim os países do dito primeiro mundo passaram a ver o resto do planeta como mera colônia que tem de se submeter a seus ditames. Evidentemente, nunca falariam ao governo americano ou de outra grande potência nesses termos.

  6. Ah se esta nossa “naçãozinha” tivesse um presidente!
    Perdemos uma múmia com história (museu do Rio) e ficamos com a múmia falsa.
    Se Temer fosse presidente, mandaria esta senhora cuidar do próprio rabo!
    Perdoem, mas tem coisas que nos fazer perder a paciência e esquecer a educação.
    Fallavena

    • Wander e Fallavena

      Como sempre , no Brasil, a imprensa esquerdista, dá voz ao criminososo mas não ao governo, pois todo o governo que não comunista, esquerdista, petista é ilegitimo..

      Chanceler do Brasil diz que Lula é “o bom selvagem” e engana figurões em fim de carreira na Europa

      Chanceler do governo Temer, o tucano Aloysio Nunes concedeu uma entrevista corajosa ao Valor, em que desmascara pretensos líderes internacionais, como François Hollande, Jose Luis Zaopatero e Massimo D’Alema, a quem chamou de políticos em fim de carreira, tudo porque eles mentiram descaradamente o seguinte: Lula é preso político. Disse o chanceler:

      – Alguns figurões em fim de linha, na Europa, escreveram um abaixo-assinado defendendo o Lula. Quem? O [ex-presidente francês] François Hollande, que não teve condições de concorrer à reeleição pelo Partido Socialista; o Massimo D’Alema, um dos responsáveis pela vitória da direita na Itália, porque rachou o Partido Democrático; o [espanhol] José Luis Zapatero, amigo do [venezuelano Nicolás] Maduro. Têm a audácia de insinuar que o Poder Judiciário no Brasil é incapaz de julgar. Respondi de forma dura e fui objeto de críticas injuriosas pela bancada do PT no Senado. Ninguém se levantou para sustentar minha posição. O que isso mostra? Que os partidos brasileiros não se interessam por política externa, mesmo quando ela é vital para os interesses domésticos do Brasil”, disse ele.

      Aloysio também criticou o Comitê de Direitos Humanos e as vozes internacionais, todas contaminadas, que dizem o mesmo. Na sua visão, os que denunciam a perseguição a Lula acreditam no mito do “bom selvagem”:

      – O Lula é um excelente produto para venda no exterior. Mas também porque existe, nesses meios, um terceiro-mundismo que presta homenagem ao Lula para expiar os pecados cometidos no passado. O [ex-presidente francês Jacques] Chirac era doido pelo Lula. O [George W.] Bush era a mesma coisa. É uma espécie de mito do bom selvagem. Você pega o francês “Le Monde”, “The New York Times” e é isso. O Lula se encaixa perfeitamente no mito.”

      Por que a Tribuna nao deu destaque a este artigo??

      • duarte
        Um belo serviço de informações presta o amigo à nossa TI.
        Confesso, desconhecia a manifestação do ministro Aloysio Nunes.
        Será que enviou tal texto para outros “interessados”?

        Veja o que diz a matéria abaixo:

        Aloysio reage a recomendação de comitê da ONU sobre Lula nas eleições
        O ministro das Relações Exteriores usou seu perfil no Twitter para defender a atuação das instituições brasileiras nas eleições
        ________________________________________
        AE Agência Estado
        postado em 17/08/2018 16:53 / atualizado em 17/08/2018 17:00
        O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, usou na tarde desta sexta-feira (17/8), sua conta no Twitter para defender a atuação das instituições brasileiras nas eleições. Foi uma reação a solicitações feitas pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU, no sentido de o Brasil adotar medidas para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “possa desfrutar e exercer seus direitos políticos, enquanto esteja na prisão, como candidato para as eleições presidenciais.”
        O chanceler reproduz uma nota divulgada pelo Itamaraty, segundo a qual a delegação do Brasil em Genebra tomou conhecimento, “sem qualquer aviso ou pedido de informação prévios”, da deliberação do comitê. Segundo informa, o grupo é composto “não por países, mas por peritos que exercem a função em sua capacidade pessoal”, e suas conclusões “têm caráter de recomendação e não possuem efeito juridicamente vinculante.” Ou seja, o Brasil não é obrigado a adotá-las.
        As recomendações do comitê serão encaminhadas ao Poder Judiciário brasileiro, informa o ministro. “O Brasil é fiel cumpridor do Pacto de Direitos Civis e Políticos. Os princípios nele inscritos de igualdade diante da lei, de respeito ao devido processo legal e de direito à ampla defesa e ao contraditório são também princípios constitucionais brasileiros, implementados com zelo e absoluta independência pelo Poder Judiciário”, conclui.

        Só isto? Não é pouco? E para o povo brasileiro, nada?

        Está recebendo a segunda chance de “falar grosso”, com energia.

        Certamente a falha não foi da TI. Quem conhece a posição do governo brasileiro?

        Será que já encaminhou ao pode judiciário?

        A mim parece que o ministro foi lento, insuficiente e não deu a devida importância ao assunto e as suas repercussões.

        Ainda está em tempo.

        Abraço.
        Fallavena

  7. Essas escórias de ministros que temos no STF com viés ideológico, sem a miníma capacidade de julgar, isto é, muitos não são e não foram juízes com isto, não sabem fazer está pratica…. e sim ad”e”vogar e defende os interesses do “paciente” de acordo com capa do processo. Mediante, isso, permite na “Lezislasão” da Brasileira mais uma instância acima do STF…. Comitê da ONU, podendo opinar com apenas 02 infiltrados com viés ideológico. Até onde iremos! VERGONHOSO!!!!

  8. O Itamaraty está tomado pela esquerda acéfala e corrupta tanto que os “dipromatas” de carreira ficaram calados com o parecer da comissão de dois. Os “dipromatas” vão pro exterior com tudo pago, só mordomias, não fazem nada e não são capazes nem de defender o país e o cidadão que lhes paga o salário. Quando não são os fomentadores deste tipo de situação.

  9. Alguém tem que ter aquilo roxo para dizer a essas pessoas da ONU que nenhum direito humano ou político foi negado a LULA oras. Mais do que qualquer um nesse país, ele foi tratado com todos os direitos e regalias possíveis e imagináveis, que brasileiro nenhum, em tempo qualquer da existência do país, jamais foi ou será tratado.

  10. Por que estes montes de merda deste comitê não vão procurar algo mais útil em suas pobre vida para fazer. Sentem numa banheira e façam borbulhas na água. Por que este bando de idiotas ficam calados com relação ao putin que elimina todos que lhe fazem oposição. Nunca vi alguns destes idiotas berrarem algo com relação a Rússia.

  11. E o Trump é que estava errado quando saiu dessa palhaçada? E o “Office” dos Direitos Humanos da ONU não fala nada, por que? Deixa apenas uma “expert” independente falar em nome da instituição? Parece o TSE, o STF, tudo igual. Quando é a esquerda se omitem.

  12. Sarah Cleveland americana e foi indicada pelo EUA para dar palpites no tal “comitê”. Palpites, é claro, em países que possuem legislação diferente dos EUA. Aliás, o EUA defeca e anda para muitos órgãos da ONU… inclusive para a OIT.

    É certo que em seu país a legislação penal é própria de cada estado e, em quase todos, senão todos, os delinquentes vão em cana após decisão de primeira instância.

    No Brasil, se metendo em nossos assuntos internos e soberanos, a palpiteira quer que ladrões do dinheiro público fiquem impunes, ou sejam, só sejam trancados após decisão no dia de São Nunca.

    Doutora, seja … bem, não seja nada.

  13. Alguém traduz para Miss Sarah Cleveland minha aula de portuquimica:
    ” O cobre é um elemento químico de símbolo Cu (do latim cuprum), número atômico 29 (29 prótons e 29 elétrons) e de massa atómica 63,54 u. À temperatura ambiente o cobre encontra-se no estado sólido.” (Wikipédia)
    Miss Cleveland. …please…go to fuck Cuprum Simbol.
    Arre égua! !

  14. Se o Brasil tivesse uma diplomacia de fibra, mandaria esses indivíduos da ONU para a pqp!

    No entanto nossos diplomatas fazem um vergonhoso silêncio sobre o assunto. Estão se borrando, conforme sempre tem feito nosso atual presidente???

  15. É, o Brasil esta assumindo a sua inequívoca condição de “anão diplomático”.
    O governo não esboça a mínima reação a este fato protagonizado por dois “conselheiros” do conselho de direitos humanos da ONU, que acham que países do terceiro mundo, devem ser tratados a chicote e reprimendas.
    Teriam este dois preocupados conselheiros, a coragem de fazer uma afronta destas ao estado de Israel, determinando procedimentos ao tratamento aos palestinos? Sera que se fizessem, ficariam mais algum tempo nos cargos? Ou Israel exigiria a imediata saída deles?
    Resolveram tirar a sua “casquinha” com um grandão bobão, que só tem tamanho e safadeza e que não zela sequer por sua soberania, deixando
    que insignificantes burocratas que não se sabe de onde saíram, nos deem de dedo, exigindo que renunciemos as nossas leis, para garantir que um cupincha deles, encarcerado por crimes cometidos, seja solto e se candidate ao posto político mais alto da republica. É um acinte, sob todas as formas e o governo brasileiro já perdeu o momento de protestar veementemente contra a ONU, por esta intromissão indevida em assuntos internos do pais.
    A justiça brasileira, por seu lado, esta na obrigação de enquadrar o PT na legislação eleitoral e criminal, porque isto constitui crime de rebelião e quiça de traição a pátria.
    Alguém tem que tomar uma atitude enérgica, no caso.

  16. A rigor e a bem da verdade a ONU não está errada em intervir assim como está fazendo, fundada no protocolo assinado pelo Brasil.

    Está é cumprindo seu dever.

    Errados estamos nós todos por mantermos ainda esse sistema lixo que nos regula a vida e nos configurou como vulneráveis, feito que foi para esse sistema lixo e para os bandidos que dele fazem parte.

    Em sendo esse o nosso sistema legal a ONU só poderia fazer o que está fazendo.

    Inúmeros crimes, e continuados, podem embasar à larga a configuração do 142 constitucional, por providência sideral constante ainda de nossa carta imunda, dispositivo aquele que enquadra as Forças Armadas no dever de intervir para restauração da legalidade.

    Mas a coragem nas antes gloriosas não é mais a mesma. São uns frouxos. Presentemente a oportunidade daquele 142 é de ouro porque dá cabida constitucional àquela intervenção, enquanto por invigilância continuada das FA não vem uma emenda constitucional que extinga o 142, para então tornar a intervenção ilegal.

    Que tristeza! Que vergonha de ser brasileiro! Que saudade da hombridade de nossos militares de antes!

  17. Desde que o “lulodirceu membro petista Tofolli” presidiu o TSE aquela Corte virou uma esculhambação sem fim (imaginem o já desmoralizado STF como vai ficar com ele no comando, será o fim das Cortes brasileiras), e o que assistimos, se tivessem vergonha na cara, já teriam renunciado, pois quem não pune o PT e LULA que fazem Propaganda por todo o Brasil, quando não deviam, é porque é cúmplice dessa ORCRIM PT, que de há muito já devia ter sido cassada ! Por onde se passa Lula é candidato e o TSE e STF mostram para quem estão a serviço e não punem, silenciam e deixam o bandidão falar e gritar o “capo mor da ORCRIM” e sua canalha de facínoras que assaltaram os cofres públicos do Brasil, e, tem a certeza absoluta que vão se tornar legais pelas mãos fétidas de uma “togado petralha” que já tá de plantão esperando a ordem do”Poderoso Chefão dos Crimes de Traição ao Brasil” !!! Passou do fundo do poço, por isso muitas Empresas estão fugindo do Brasil, não há Segurança e Moral Jurídica numa Nação onde os 3 Podresres se completam em atos criminosos de “Alta Traição ao Brasil e seu Povo”, vide o voto do Fachin que firmou ser um “documento criminoso da ONU” maior que nossa Constituição, Crime de Lesa-Pátria Explicita por um “Guardião da Constituição” , o país tá podre !!

  18. KKK mas antes de proferir tão augusta decisão os dois peritos não ouviram a parte atacada, o reclamado é só o reclamante, ou seja, o tal “contraditório” não se deu. Então se se desse o contrário, o Estado Brasileiro apelasse a tal “comissão” a decisão seria a mesma? Fica muito fácil duas pessoas decidirem sobre determinada alegação e nem mesmo se dar ao trabalho de ouvir as alegações contrárias.

  19. E o Trump, dona Cleveland, ele só tem discriminado: separou crianças imigrantes dos paus, chamou a ex auxiliar de dog, incita à violência. Onde estão os direitos humanos da ONU?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *