Vídeo mostra o país sendo presidido por um político à beira de um ataque de nervos

Desbocado e ameaçador, Bolsonaro parecia estar desequilibrado

Carlos Newton

O vídeo da reunião ministerial é um documento da maior importância não apenas para o que se discute no inquérito do Supremo, mas também para que a opinião pública tome conhecimento do ponto a que chegamos em matéria de degradação moral. Mesmo os mais fanáticos admiradores de Jair Bolsonaro devem estar estarrecidos com o baixo nível do ministério, no qual falta praticamente tudo – qualificação, ética, preparo, interesse público, decoro, equilíbrio e educação.

Foi impressionante também o silêncio de alguns participantes, especialmente o então ministro Sérgio Moro, quase sempre com o semblante fechado e os braços cruzados, e o vice-presidente Hamilton Brandão, também visivelmente constrangido, em determinados momentos, notava-se que ele simulava estar fazendo anotações, para não prestar atenção às asneiras que diziam.

DESCONTROLE TOTAL – Como ensinava o filósofo, escritor e poeta norte-americano Ralph Emerson (1803-1882), criador do Transcendentalismo, “toda instituição ou empresa é sempre uma imagem de seu dirigente”. No caso do Brasil, o vídeo da reunião ministerial confirma esse conceito do pensador americano e explica por que o Brasil está tão descompassado.

O que se vê na filmagem é um presidente à beira de um ataque de nervos, desequilibrado emocionalmente, que se dirigia de forma grosseira e agressiva a seus colaboradores, e o fazia de uma maneira tão atrapalhada que ficava difícil entender o que estava querendo dizer, e ainda hoje, mais de um mês depois, suas palavras necessitam de tradução simultânea, pois até agora ainda não foram compreendidas em seu real significado.

Com um mestre de cerimônias desta categoria, que sublinhava suas frases desconexas com ameaças e palavrões, o que esperar de seus ministros?   

DE BOCA ABERTA – Quando o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, começou a falar aquela maluquice sobre a pandemia como momento ideal para aprovar leis indesejadas, o então ministro da Saúde, Nélson Teich, que estava a ser lado ficou de boca aberta, parecia não acreditar.

Em empresas e instituições, toda reunião de dirigentes é um evento formal, em que as grandes decisões são tomadas. No Brasil de Bolsonaro, foi um choque saber que os encontros ministeriais transcorrem desse jeito bizarro. A reunião realizada dia 22 de abril no 3º andar do Planalto foi patética, caricata e revoltante.

A partir de agora, a tendência é de que aumente progressivamente o apoio ao impeachment de Jair Bolsonaro.  E não é sem motivos. Na minha opinião, um dos piores criminosos é aquele que mata as nossas esperanças.

###
P.S.
O mais incrível é que ainda existem pessoas capazes de apoiar um farsante como Jair Bolsonaro e recriminar um grande brasileiro como Sérgio Moro. Devem estar contaminadas pelo bolsonavirus. (C.N.)

13 thoughts on “Vídeo mostra o país sendo presidido por um político à beira de um ataque de nervos

  1. Cansei de avisá-los por aqui, com bastante antecedência, que tinha tudo para ser o pior e mais trágico 171 da história política deste país.

  2. 1) Conheço alguns seguidores do atual presidente e eles dizem que os palavrões são semelhantes às letras do Funk Proibidão… nada demais… segundo eles… O Funk é hoje considerado Cultura.

    2) Dizem também que o BBB na TV tem cenas explícitas de sexo sob os edredões… e poucos reclamam.

    3) O excesso de palavrões faz parte dos hábitos de comunicação do povão e da massa. São recursos linguísticos/gramaticais de quem tem pouco vocabulário.

    4) E, a novidade vem agora… a Funkeira Anita (empresária de sucesso) está tendo aulas de política e deve se lançar candidata nas próximas eleições de 2022…

    5) Aquele perfil de político engomadinho, arrumadinho, fazendo pose para as esquerdas ou direitas está cedendo a vez para o escracho da realidade brasileira.

    6) Digamos, bem mais autêntico do que as aparências da hipocrisia, é o que dizem esses conhecidos citados seguidores.

    7) Em tempo, não votei no atual presidente.

  3. Prezado Carlos Newton

    Você diz que a Tribuna da Internet é um espaço livre e neutro.
    Livre pode ser, mas neutro tem deixado a desejar ´pois tem demonstrado um certo certo viés anti presidente

  4. Ei galera o editor dessa TI, que apesar de ser livre, é extremamente tendenciosa. CN, porque você não fala que o Moro mentiu ao afirmar que na reunião ministerial o presidente teria interferido na PF? Você vem agora dizer que ele é um grande brasileiro? Ele foi um excelente juiz na operação lava jato, ponto. Foi péssimo com ministro, pois foi passivo diante do congresso e do STF. Não brigava, não reclamava, um verdadeiro cordeiro e ainda saiu mentindo do cargo. infelizmente saiu como judas e vai pagar o preço. Já vendeu sua alma ao PSDB e está fechado com o corrupto e entreguista do Fernando Henrique. Será o candidato da Globo e do sistema, se até lá o STF não acabar com ele. Esse cidadão é seu grande brasileiro.

    • Aos “visitantes” do Blog Tl.

      Hoje,o jornal de direita FINANCIAL TIMES,londres. Jornal Britânico TELEGRAPH,ultra direita,fazem comentários nada favorável ao Bolsonaro,que usa linguajar populista tipo Hugo Chaves.

      Ambos jornais aconselham não investir no Brasil,devido a instabilidade política…

      PS: Os donos dos jornais e jornalistas são ultra direitistas…

  5. Prezado Editor,

    Gostaria muito de ver um Artigo aqui em nossa Tribuna da Internet, dissecando as razões verbalmente explicitadas, pelo senhor presidente da República, naquela horrorosa reunião ministerial, para justificar a liberação da posse e do porte de armas em regime universal salvo as excessões.

    Pois me pareceu bem diferente daquelas que sua excelência sempre defendeu em público.

    Me pareceu ainda, que as razões agora reveladas atentam contra as Leis da República.

    Será que vi ou interpretei errado?

    Boa semana ParaTodos!

  6. O dono do aviário falava e os papagaios escutavam. Quem não era papagaio ou fechava a carranca ou fazia cara de paisagem. Cenário perfeito.

    Pena que não será aproveitado pois Chico Anysio já faleceu.

    • Só não esqueça da Raposa que lá estava explicando a técnica de abordagem dissimulada para o melhor estraçalhamento de “inimigos”.

      Inimigos de quem? Do Grande Capital?

      Talvez quem a Raposa chame de inimigos, seja exatamente a última trincheira de resistência na Defesa da Soberania da Nação Brasileira.

      Abraço!

  7. Muito engraçado..Alguns dizem que o vídeo reelegeu o presidente …Outros dizem que vai ser impichado… A verdade é que falam aquilo que querem que aconteça, simples assim…….

  8. O editor da Tribuna da Internet parece se divertir aqui, no espaço que ele próprio criou, um pequeno quadrado para chamar de seu.
    Alardeia ser um espaço democrático, mas tenho absoluta certeza que seus admiradores praticam aqui muito mais democracia que o próprio CN. Longe disso, ofendê-lo.
    Fica claro que virou um espaço para atacar o presidente Bolsonaro.
    De dez matérias, praticamente onze são contra o presidente, exceto aquele bonita parte de poemas e poesias que são destaque nesse jornal online.

    PS.: SOBRE O VÍDEO: QUEBRARAM A CARA E O TIRO SAIU PELA CULATRA. Presidente foi agredido pelo irresponsável ministro Celso de Mello, que revelou quase na íntegra uma reunião à portas fechadas do presidente e seu ministério. Por que NUNCA fez isso com o ladrão criminoso condenado ou “mulher sapiens” ou “vampiro Temer” ou “sociólogo faz de conta”?

    PS 01.: ESQUERDA E MÍDIA PORCA QUERIAM O VÍDEO, MAS AGORA NÃO QUEREM MAIS…
    “Partidos da Oposição deram entrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a retirada de circulação do vídeo da reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros. A alegação é de que o vídeo é propaganda política antecipada.”
    PROVA DA VERGONHA (FONTE):
    https://radiocorredor.com.br/esplanada/oposicao-pede-retirada-de-video-ministerial/?fbclid=IwAR0jvGPCxnh1Ce0P_YsoBbRbao5f3s3MtgvXsvqj17dRs2pYxG49TkVV1HI

    PS 02.: “O mais incrível é que ainda existem pessoas capazes de apoiar um farsante como Jair Bolsonaro e recriminar um grande brasileiro como Sérgio Moro. Devem estar contaminadas pelo bolsonavirus. (C.N.)”.
    Não acredito nunca, pelo que leio do que escreve, que o editor Carlos Newton deve achar correto “print” de amigo ser entregue a terceiros, para divulgação pública. Isso é crime. Ou concordar condicionar cumprir obrigação com vaga em cadeira no Supremo.

    PS 03.: E ninguém larga a mão do presidente Bolsonaro. O único capaz de peitar, confrontar e derrotar essa mídia porca e classe política abjeta, incluindo no pacote esse Supremo, que o editor sabe bem estar aquém do que deveria ser.

Deixe uma resposta para Luiz Felipe Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *