Vitória de Lula no primeiro turno tornará impossível qualquer golpe de Bolsonaro

A cristalização dos votos já se apresenta como algo imutável

Pedro do Coutto

Foi brilhante o artigo de Míriam Leitão no O Globo deste domingo sobre as articulações por aproximação que o presidente Jair Bolsonaro vem tentando colocar como base de um golpe que pode julgar definitivo depois das apurações das urnas eletrônicas que ele e o general Paulo Sérgio Nogueira tentam contestar na medida em que coloca obstáculos sucessivos sobre a segurança do sistema eletrônico de votação e computação.

O artigo ilumina firmemente uma realidade, deixando-a mais clara, aliás claríssima, aos olhos dos eleitores e eleitoras. Entretanto, na minha opinião, se a vitória de Lula da Silva nas urnas de outubro se concretizar no primeiro turno, cai por terra qualquer tentativa de contestação da vontade popular registrada pelo sistema do Tribunal Superior Eleitoral, então presidido pelo ministro Alexandre de Moraes. Em setembro, Edson Fachin transmite a Presidência do TSE ao seu sucessor legal. Mas essa é uma outra questão.

VITÓRIA NO PRIMEIRO TURNO – As pesquisas do Datafolha publicadas pela Folha de S. Paulo e pelo O Globo, deixaram claro que está se consolidando a perspectiva de o ex-presidente derrotar o atual no primeiro turno, alcançando a maioria absoluta dos votos. Essa impressão se solidificou na edição de sábado da Folha de S. Paulo, a qual, conforme comentei, apontou uma liderança de Lula em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Miriam Leitão cita como lances golpistas por aproximação contra o resultado das urnas as dúvidas infundadas sobre as mesmas e, agora também, a emenda constitucional que subverte qualquer princípio jurídico e o  bom senso coletivo. Afinal, uma emenda à Constituição que só vale até 31 de dezembro deste ano.

Mas a oposição, cujo comportamento recebeu críticas procedentes em sua forma, agiu no sentido de não fornecer qualquer pretexto a uma investida antecipada contra o regime democrático. Não deu a Bolsonaro e ao ministro Paulo Guedes qualquer motivo que pudesse fortalecer um ataque do Planalto contra as instituições democráticas na Planície. O embate, portanto, continua sendo através das urnas e da liberdade de escolha que elas representam para o regime democrático em nosso país.

SEM ALTERAÇÕES –  Os votos em Lula e Bolsonaro, como o Datafolha também revelou, estão consolidados. Poderão ocorrer mudanças pontuais, mas isso não significa alteração de posições. A cristalização dos votos, a meu ver, é algo imutável até outubro deste ano. Para mim, é impossível uma mudança no quadro. Ciro Gomes mantém o percentual de oito pontos, Simone Tebet oscila entre um e dois pontos. As tendências dos principais colégios eleitorais parecem ser definitivas.

O tema é abordado por uma reportagem muito boa de Joelmir Tavares na Folha de S. Paulo, apoiado também em dados do Datafolha. A terceira via não surgiu.

LULA E AS FORÇAS ARMADAS –  Em Salvador, reportagem de Marianna Holanda, Franco Adailton e João Pedro Pitombo, Folha de S. Paulo deste domingo sobre as caminhadas dos candidatos nas comemorações de 2 de julho inclui declarações de Lula da Silva a respeito da posição dos militares com a democracia e com a liberdade.

Disse Lula: “É preciso superar o autoritarismo e as ameaças antidemocráticas. Não toleraremos qualquer espécie de ameaça ou tutela sobre as instituições representativas do voto popular. As Forças Armadas devem estar comprometidas com a democracia e devem cumprir estritamente o que está definido na Constituição. O Brasil, independente e soberano que queremos, não pode abrir mão de suas Forças Armadas. Não apenas bem equipadas e bem treinadas, mas sobretudo as Forças Armadas comprometidas com a democracia”.

O pronunciamento foi uma mensagem dirigida aos militares e certamente as articulações entre a oposição e as Forças Armadas se desenrolam como uma consequência da perspectiva da passagem do poder.

ALMOÇO CANCELADO –  Em sua coluna que ocupa no O Globo, Bernardo Mello Franco, ontem, comentou a atitude de Bolsonaro de cancelar o almoço marcado para hoje, segunda-feira, com o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. O motivo é que todos sabem; Marcelo Rebelo de Sousa vai se encontrar também com Lula da Silva, aliás como é praxe nas visitas oficiais na proximidade de eleições polarizadas entre o presidente e o candidato de oposição.

Mas, o episódio caracterizando uma indelicadeza está refletido no próprio cancelamento do encontro. Repercutiu muito mal no meio diplomático e também junto aos portugueses que residem no Brasil e suas famílias. Foi um erro.

Outro erro terrível foi o da Biblioteca Nacional ao conceder a Ordem do Mérito do Livro ao deputado Daniel Silveira. Não faz o menor sentido. Qual a obra de Daniel Silveira capaz de levá-lo a receber o destaque forjado pela Biblioteca  Nacional ?

20 thoughts on “Vitória de Lula no primeiro turno tornará impossível qualquer golpe de Bolsonaro

  1. O que existe no Bozo é uma fixação em líderes despóticos, como queria ser o idiota Trump. O nosso não terá o apoio dos militares que sabem o buraco quente em que se meteriam em tentar manter á força o Bolzovsky no poder.
    Portanto, para o bem do povo, embora ainda não revelem as enquetes, seria elegermos de vez la belleTebet!

  2. Tivemos um fim de semana com um grande escandalo delatado pelo operador do mensalão, Marcos Valério. Onde foi confirmado o que todos já sabiam:

    1. Que o ladrão-mor é o candidato do PCC e do narcotrafico.

    2. Que o PT é o partido do PCC e que mantinham um diálogo pra la de cabuloso.

    3. Que o e$$eTeEfe tem o Adv do PCC, o Adv do Terrorista e o Adv do MST (Esse que protege narcotraficantes nos morros do Rio de Janeiro) entre seus membros, tentáculos do PCC dentro do e$$eTeEfe.

    4. Que o ladrão de merenda e seu partido PSDB tem também parcimônia com o PCC.

    5. Que o contador do ladrão-mor, ganhou 50 vezes na loteria no período de um ano e lavava dinheiro para o PCC.

    6. Que o Lulinha, trabalha junto, mesmo escritório e no mesmo endereço que o contador do PCC.

    7. Que Marcos Valerio disse que vereadores, deptados e parlamentares do PT foram indicados pelo PCC e a ele devem favores.

    8. Que o PCC tem seus aliados dentro do parlamento brasileiro e por isso não se consegue instalar a CPI do narcotrafico e crime organizado.

    9. Que os in$tituto$ de Fake News (Não de pesquisas) também fazem parte do esquema. Mentem descaradamente sobre o ladrão-mor, que em todo o lugar que vai, ouve da população “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão!” Mas que tem 171% de intenção de votos que “ninguém sabe, ninguém viu”.

    10. Que a impren$a tradicional calou-se diante de tamanho escandâlo, nem uma linha sobre o assunto durante todo o fim de semana. Isso só confirma que temos a narco-impren$a, também comandada pelo PCC e narcotrafico.

    MAS o risco de golpe vem do Bolsonaro…

    Acham mesmo que o povo brasileiro, as Forças Armadas, Forças de Segurança, instituíções brasileiras sérias, vão aceitar o PCC no comando do país? Vai sonhando…

    Acorda sr. Pedro do Coutto, estamos próximo de uma guerra civil e o bem vencerá o mal, como sempre venceu.

    • Isso mesmo Eliel, parece que o Pedro do Couto deixou de ser cabo eleitoral do maior corrupto da história e agarrou seu saco para nunca mais largar.
      Que vergonha um”jornalista”, chegar a esse ponto de pensar que a sociedade brasileira vai acreditar que um ex presidiario condenado por nove juízes tenha esse desempenho como candidato.
      Nós estamos muito mais além de uma guerra civil pois a maioria desse tipo de guerra ocorridas nos países que tiveram essa infelicidade não ceifou tantas vidas como nesses últimos trinta anos, e desses, dezesseis foram por culpa do PT e seus comparsas.
      Não queremos nem Bolsonaro e muito menos Luiz Inácio, queremos sim um candidato digno que represente as verdadeiras aspirações do nosso país.
      Pedro do Couto se constitui numa vergonha para o valoroso jornalismo brasileiro que teve e tem incontáveis personagens que brilharam ao longo da nossa gloriosa história.
      Ou Pedro do Couto se regenera ou passará para o lado dos traidores da pátria.
      Decida meu irmão de qual lado queres estar.

  3. Sou leitor assíduo do Sr Pedro do Coutto, mas hoje, ao ver um “foi brilhante o artigo da Miriam Leitão”, tive náuseas e não consegui terminar a leitura. Uma pena, fiquei sem saber quantos votos o Bolsonaro perdeu.

  4. Quando alguém se baseia nas matérias de colunistas como Estadão, Folha, Correio Braziliense, Globo, Veja, Isto é, Antagonista, Metrópoles, site 247, e por aí vai, fico a pensar como tem tanta gente que acredita nesse jornalismo (velha imprensa) cegamente e não cansa de passar vergonha dando credito a essas aberrações. Talvez seja proposital para persuadir os incautos.
    Macacos me mordam.

  5. Em depoimento à PF, o operador do mensalão revelou que parlamentares petistas eram financiados pelo crime organizado.
    Valério, que atuou como operador do mensalão, disse ter sido informado pelo ex-secretário-geral petista de que Ronan iria revelar que o PT recebia clandestinamente dinheiro de empresas de ônibus, de operadores de transporte pirata e de bingos. Nesse último caso, os repasses financeiros ao partido seriam uma maneira de lavar recursos do PCC. Em depoimentos revelados pela revista Veja, o operador do mensalão diz que o então prefeito de Santo André, Celso Daniel, assassinado brutalmente em janeiro de 2002, havia produzido um dossiê em que detalhava quem, entre os petistas, estava sendo financiado pelo crime organizado. Daniel não sabia, contudo, que a arrecadação clandestina por meio de empresas de ônibus não beneficiava apenas a cúpula partidária, mas também vereadores e deputados petistas que mantinham relações estreitas com o PCC. O dossiê teria sumido, disse Valério. “Ninguém achou mais.”

    Olha que tem muita gente com saudade dessa turma e quer vê-la no poder a todo custo.
    Brasil para os brasileiros de bem.

  6. Só resta esse verme abandonar a candidatura e se recolher ao ostracismo e a cadeia. Deve pagar por tudo que fez de mal o Brasil e os brasileiros.
    Não adianta o sistema carcomido e corrupto proteger essa figura exótica e maléfica.

  7. Vitória no primeiro ou no segundo turno, ambas serão contestadas. O processo de desgaste das Urnas Eletrônicas, não é por acaso. Aliás, nada acontece do nada. Tudo está ligado a tudo na interdependência universal.

    A partir de agosto, quando começar a campanha na televisão e no rádio e os efeitos do Pacote Emergencial se fizerem presente, as pesquisas serão redesenhadas.
    A meu juízo, teremos segundo turno.

  8. Bolsonaro nunca se preocupou com política internacional. Vejam bem, só o fato de nomear o olavista Ernesto Araújo no Itamaraty, assim como diplomatas sem rodagem em importantes embaixadas, já define o grau de leniência com as filigranas do Itamaraty. As conversas eivadas de luvas de pelica são uma praxe entre as embaixadas.
    O presidente de Portugal deu declaração, de que entende as razões políticas do presidente, para cancelar o encontro.

    Esse episódio, não vai abalar as excelentes relações entre o Brasil e Portugal.

  9. Realmente, um absurdo, a medalha da Biblioteca Nacional concedida ao deputado Daniel Silveira, sem nenhuma relação de causa e efeito com Livros.
    Sem nenhuma necessidade, essa provocação contra os expoentes da Cultura
    O próprio deputado Daniel Silveira, perguntado pela repórter, não entendeu nada, a razão da honraria recebida.

    • Vamos falar do destino do Brasil, e o ganhador da medalha que enfie-a onde achar melhor.
      Temos que discutir assuntos relevantes e não mesquinharias de bolsonaro e Luiz Inácio.
      É isso que os dois querem, enquanto um e outro falam abobrinhas e fazem porcarias, esperam comentários vãos que ajudam ambos a parecer que são adversários.
      Não é possível que muitos não percebam que tanto faz um o outro ganhar as eleições porque para eles nada mudará, e a roubalheira continuará.
      Os dois estão ricos pra cacete, e querem mais e mais, e se continuarmos dando bola para suas traquinagens, um dos dois se elegerá. Isso é mais que certo.
      Vamos bater nos dois de uma só vez e jogá-los ao chão enquanto é tempo porque os corruptos estão com eles e não abrem.
      Nós, trabalhadores, temos de ser firmes para derrubar a farsa dos dois.
      Não é possível fazer de conta que não sabemos da gravidade da situação só Brasil.
      Corremos todos os risco de esfacelamento que uma nação pode correr, e podemos evitar isso, isolando ambos e se possível mete-los na cadeia, o que não é impossível pois um já é ex presidiário e o outro tem tudo para ser.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.