Vitoriosos e Derrotados do PDT na nomeação de Brizola Neto

Mario Assis

O presidente do PDT, Carlos Lupi, saiu derrotado nesta escolha de Brizola Neto para o Ministério do Trabalho. Mas não só ele.

O jornalista Bob Fernandes divulgou no site do Terra que Manoel Dias, secretário-geral do PDT, não escondeu seu descontentamento. Disse que foi uma escolha pessoal da Presidente, o que é verdade. O descontentamento de Dias se deve ao fato de seu nome ter sido cogitado para assumir a pasta. Diz que foi vetado por Ideli Salvatti, seguindo o script de fritura da ministra em fogo alto.

Outro descontente é o deputado Vieira da Cunha, PDT-RS, que também tinha seu nome na lista de indicação de seu partido para o posto.

O que contou mesmo foi a lealdade de Brizola Neto às orientações do Palácio do Planalto. Percebendo as manobras do governo federal, Paulinho da Força foi rápido no gatilho e começou a apoiar publicamente o nome de Brizola. Foi o que aconteceu. Simples assim.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *