Viver é a melhor opção para prevenir o suicídio

Leonardo Boff
O Tempo

O jornalista André Trigueiro é possuído de duas paixões: a causa ambiental e a prevenção do suicídio. No fundo é movido por um único grande amor: o amor pela vida.

O amor pelo ser humano sob risco de suicídio se mostra por sua atuação no Centro de Valorização da Vida (CVV) do Rio de Janeiro e pelo livro “Viver é a Melhor Opção: A prevenção do suicídio no Brasil e no mundo” (Editora Espírita, São Bernardo do Campo 2015). Não conheço na literatura acessível texto mais minucioso, analítico, inspirador e sustentador do amor e da esperança pela vida.

Antes de mais nada, se comporta como um consciencioso jornalista investigador: recolhe, nas fontes mais seguras, os principais dados atinentes ao suicídio no Brasil e no mundo. Em seguida, analisa os fatores e as causas que levam as pessoas a buscarem a própria morte. Por fim, sugere e propõe caminhos de acompanhamento e de superação.

QUEBRANDO O TABU

Primeiramente, quebra o tabu e o silêncio que cercam o fenômeno mundial do suicídio. Prevenção se faz com informação. Mas não basta falar. Trata-se de falar com sumo respeito, imbuído de compreensão e compaixão, evitando qualquer dramatização e espetacularização excessiva.

Os dados nos obrigam a falar do suicídio, pois sua grande ocorrência se transformou num problema de saúde pública, raramente inserido nos planos sanitários dos governos. Os últimos dados acessíveis da OMS são de 2012. São cerca de 804 mil casos por ano no mundo, um suicida a cada 40 segundos e uma tentativa de suicídio a cada dois segundos. No Brasil, são 11.821 casos por ano, especialmente na Amazônia, na Paraíba, na Bahia e no Rio Grande do Sul.

Numa perspectiva global, depois dos acidentes de trânsito, é o suicídio a causa principal de mortalidade, cobrindo todas as idades, mas afetando, principalmente, jovens entre 15 e 29 anos.

DESAFIO AO ENTENDIMENTO

Esse fato desafia a inteligência humana: como é possível que um ser chamado à vida, o dom mais precioso que existe no universo, busque a eliminação da própria vida? Aqui se faz necessária uma realista compreensão da condição humana, feita de luz e sombras, sucessos e fracassos, esperança e desespero. Esse dado não é um defeito de nossa natureza, mas a constituição de nosso próprio ser, mortal, finito, imperfeito e sempre a caminho da perfeição.

Há inúmeros fatores que levam as pessoas a buscar o suicídio: a inundação da dimensão de sombra, transtornos psicológicos, doenças incapacitantes, profundas decepções e prolongadas depressões. Mas, mais que tudo, a perda do sentido da vida que suscita nas pessoas vulneráveis o impulso de desaparecer. Não raro, tirar a própria vida é uma forma de buscar um sentido que lhe é negado nesta vida. Daí nosso respeito face a quem toma tal decisão, não por covardia, mas por amor a uma vida supostamente melhor que esta.

SÃO PREVENÍVEIS

Mas André Trigueiro sustenta a tese de que, “na maioria absoluta dos casos, os suicídios são preveníveis”.

É nesse contexto que detalha os vários caminhos especialmente desenvolvidos pelo grupo Samaritanos, em Londres, e pelo CVV, ambos de origem espírita, mas sem qualquer disposição de conquistar adeptos para esse caminho espiritual. Os valores que inspiram os voluntários dessas instituições são profundamente humanísticos e ético-espirituais: a compreensão, a acolhida, a escuta, a fraternidade, a cooperação, o crescimento interior e o exercício da vida plena.

Só o que reforça a vida pode salvar a vida sob risco. Vale a tese de Trigueiro: “Viver é a melhor opção”.

11 thoughts on “Viver é a melhor opção para prevenir o suicídio

  1. Neste texto Boff cita o jornalista André Trigueiro.

    Este jornalista, das organizações GLOBO, é também espírita. E tem feito muitas conferências espíritas nas mais diversas cidades, nos últimos anos.

    E magnificamente tem com frequência abordado o tema “prevenção ao suicídio”.

    Aproveito aqui para indicar uma linda conferência dele, que está no youtube, sobre o assunto:

    https://www.youtube.com/watch?v=gAFDzQpqqX4

    Abraços a todos.

  2. Esta conferência, citada acima, sobre “Prevenção do Suicídio”, de André Trigueiro, é realmente sensacional. Eu a estou assistindo novamente agora, e indico a todos.

    O CVV foi fundado por jovens paulistanos espíritas, no dia 1° de março de 1962, na Escola de Aprendizes do Evangelho, dentro das dependências da Federação Espírita do Estado de São Paulo.

    É certamente imensurável a atuação do CVV na tarefa de salvar vidas que estavam a um passo do suicídio, que é tão grave crime, o qual aniquila totalmente a vida orgânica do corpo físico, ou o deixa leve ou profundamente lesionado, quando a tentativa falha.

  3. De onde saíram esses números ? De acordo com o Manual de Prevenção do Suicídio feito em parceria do MS com a Unicamp, os estados com os maiores índices de suicídio são Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do sul. Religiosamente ele vem falar em ‘uma vida melhor que essa’ de onde saiu isso? Ainda de acordo com o citado manual, 35,8% dos suicidas sofrem (riam) de Transtornos de humor e 22,4% de transtornos relacionados ao uso de substâncias..

  4. Muitas vezes criticamos artigos de Leonardo Boff, principalmente quando ele tenta “entortar” religião e religiosidade para que fiquem no mesmo plano do “esquerdismo latinoamericano” que ele prega.

    No entanto este artigo de Leonardo Boff tem muita importância ao falar no tema “suicídio e prevenção”!

    Infelizmente o suicídio tira do planeta Terra MUITOS irmãos nossos, diariamente! E os números que tentam quantificar tamanha tragédia são menores do que a realidade. Podem ter certeza!

    • Concordo com a importância do assunto. Há uma questão que é super importante, mas que não dá para quantificar, que pioraria em muito o problema, a questão da auto-destruição que chega a alcançar um número bem maior do que os dos ‘suicidas diretos’. A auto destruição tem se elevado muito mais que os suicídios, basta ver as ‘brigas de torcidas’ os rachas, etc, ou sejam são suicidas que esperam os outros ‘puxarem o gatilho’ .

  5. Parabéns, ao Frei BOFF, que está permitindo os comentários, sobre um assunto, que a Doutrina Espírita, Codificada por Kardec, como Ciência e Filosofia, nos informa o que “SOMOS”, isto”É” ESPÍRITOS EM EVOLUÇÃO”, ORA NO MUNDO ESPIRITUAL, ORA NO MUNDO MATERIAL, E O “MÉDIUM BRASILEIRO CHICO XAVIER, DESENVOLVEU ÀS “SEMENTES, EM FRONDOSA ARVORE DE AMOR FRATERNAL”, COM OS FRUTOS DO ESCLARECIMENTO E CONSOLO DA DOUTRINA COM MAIS DE 400 OBRAS PSICOGRAFADAS, SOBRE TODOS OS CAMPOS DA CIÊNCIA, NOS DEU, ALGUNS LIVROS SOBRE O SUICIDIO, E DESTACO O “MARTÍRIO DOS SUICIDAS, RELATO DE CAMILO CASTELO BRANCO”, OUTROS MÉDIUNS, TAMBÉM JÁ PSICOGRAFARAM SOBRE ESSA QUESTÃO DO SUICÍDIO “ATIVO E PASSIVO”.
    PERMITAM RECOMENDAR, “O EVANGELHO DE JESUS, SEGUNDO O ESPIRITISMO”, QUE CONSIDERAMOS O “CÓDIGO DA VIDA”, POR NOS DAR A “CORAGEM” E “RESIGNAÇÃO” DE ENFRENTAR AS AGRURAS DA VIDA, NOS AFASTANDO DA PORTA LARGA DA TÚMULO. OREMOS À DEUS,PELOS QUE JÁ SAÍRAM DA VIDA, E DAQUELES QUE ESTÃO A BEIRA DESSE PRECIPÍCIO.
    CARO IRMÃO BOFF, EM DEUS,LEIO SEUS ARTIGOS, E ESSE CONSIDERO, ALTAMENTE POSITIVO, PELO ASSUNTO TRATADO E REFERÊNCIA A UMA DOUTRINA QUE INFORMA, NÃO FAZ PROSELITISMO, PARA NOSSA “RELIGAÇÃO” COMO FILHOS PRÓDIGOS, AO PAI CELESTIAL, QUE NOS CHAMA PARA FAZER DO CORAÇÃO, O TEMPLO DO SENHOR DEUS.

  6. Caro CN … até os santos sofrem depressão!!!

    http://fratresinunum.com/2015/06/06/cura-da-depressao-rezando-a-santissima-virgem-com-santa-teresinha/ com:
    “Cura da depressão rezando à Santíssima Virgem com Santa Teresinha. … Por Il Timone | Tradução: Gercione Lima – FratresInUnum.com
    Santa Teresinha do Menino Jesus contou que foi curada, quando ainda era uma menina, daquilo que hoje seria facilmente diagnosticado como síndrome do pânico. Ela foi curada através do sorriso da Virgem. A santa escreveu:
    “13 de maio de 1883, festa de Pentecostes. Da cama, virei o olhar para a imagem de Nossa Senhora e de repente a Santíssima Virgem parecia tão linda, tão linda que eu nunca tinha visto nada assim, seu rosto irradiava bondade e uma ternura inefável, mas o que tocou profundamente minha alma foi o sorriso encantador da Santíssima Virgem”.
    Naquele momento todas as minhas dores sumiram, duas grandes lágrimas jorraram dos meus olhos e desceram pelo meu rosto. Eram lágrimas de pura alegria… Ah, pensei, a Santíssima Virgem sorriu para mim, estou feliz… […] Foi por causa dela, de suas orações intensas que eu recebi a graça do sorriso da Rainha do Céu… “.
    Ela chamou essa imagem de a “Virgem do Sorriso” e a devoção começou em sua família. Mais tarde, ela levou essa devoção ao Carmelo de Lisieux. No final, se espalhou para todas as ordens carmelitas e por todo o mundo. Muitas pessoas receberam a cura da depressão e de outras doenças da alma, assim como Santa Teresinha, através desta devoção.
    Oração à Virgem do Sorriso
    Ó Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe, que com um claro sorriso Vos dignastes consolar e curar da depressão a Vossa filha, Santa Teresinha do Menino Jesus, restituindo-lhe a alegria de viver e o sentido de sua vida em Cristo ressuscitado, olhai com carinho maternal muitos filhos e filhas que sofrem de depressão, distúrbios e síndromes psiquiátricas e doenças psicossomáticas. Que Jesus Cristo possa curar e dar sentido às vidas de muitas pessoas cuja existência, por vezes, deteriorou-se. Maria, que o vosso belo sorriso não permita que as dificuldades da vida obscureçam a nossa alma, pois sabemos que só o Vosso filho Jesus pode satisfazer os anseios mais profundos do nosso coração. Maria, através da luz que emana de Vossa face, transparece a misericórdia de Deus. Que os Vossos olhos possam acariciar-nos e nos convencer de que Deus nos ama e nunca nos abandona, e que a Vossa ternura renove em nós a auto-estima, a confiança nas nossas capacidades, o interesse pelo futuro e o desejo de vivermos felizes. Pedimos também para que os membros das famílias daqueles que sofrem de depressão possam ajudar no processo de cura, não os tratando jamais como atores da doença ou por interesses de conveniência, mas que os valorizem, escutem, compreendam e exortem. Virgem do Sorriso, obtende para nós, por Jesus, a cura verdadeira e livrai-nos dos alívios temporários e ilusórios. Uma vez curados, comprometemo-nos a servir a Jesus com alegria, disposição e entusiasmo, como discípulos missionários, através do nosso testemunho de vida renovada. Amém.
    Rezar duas Ave Marias em honra das duas lágrimas de alegria que rolaram sobre a face de Santa Teresinha do Menino Jesus, quando ela foi tocada pelo sorriso da Virgem.”

  7. No começo este Sr. fazia apologia do comunismo. Nunca se arrependeu.

    Depois, mais uma vez sem nenhum conhecimento de causa, passou a defender o fim do capitalismo, já que não podia continuar a defender o seu tão amado comunismo, ridicularizado.

    De outra vez o capitalismo deveria ser abolido não para a implantação do comunismo, mas para a salvação do meio ambiente.

    Agora ele tenta associar sua imagem nefasta ao de uma causa irrepreensível.

    Será que alguém o ouviria se, tendo defendido o nazismo, sem nunca se arrepender, agora fizesse discurso pela paz e pela vida?

    O que este Sr. deseja é limpar sua imagem. Quem não lhe conhece que o compre.

    A propósito, por mais nobre que seja a causa, é justo que seja defendida publicamente por um comunista? Em breve o Beira-Mar vai fazer a mesma campanha. Junto com o Abdelmassih.

    O Boff é o próprio lobo em pele de cordeiro, se aproxima com um discurso bonzinho, de evangelho, de ecologia. Angaria a confiança dos incautos para depois seduzi-los com sua falácia comunista.

    Não sei qual o pior, se estes padres da teologia da libertação ou os padres pedófilos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *