“Vou ouvir o ministro Mandetta”, diz o procurador Aras sobre postura de Bolsonaro

Aras rebateu críticas de que estaria omisso durante a pandemia

Andréia Sadi
G1

O procurador-geral da República, Augusto Aras, rebateu nesta terça-feira, dia 31, críticas de que estaria omisso durante a pandemia do coronavírus. Perguntado sobre qual decisão tomará caso o presidente Bolsonaro cumpra o que aventou e baixe um decreto pelo isolamento vertical, no qual somente pessoas de grupos de risco devem ficar isoladas, Aras respondeu: “Vou ouvir o ministro Mandetta. Quem determina política de Saúde no Brasil é o ministro Mandetta”.

Aras, que tem 61 anos, disse à reportagem que está trabalhando de seu gabinete mesmo sendo considerado do grupo de risco, pois tem muito trabalho e não pode adiar assuntos.

Hoje o procurador-geral acredita que estará às voltas com um pedido de impeachment do presidente Bolsonaro que circula nas redes sociais e que, segundo Aras, deve chegar à PGR para sua manifestação. Até agora, Aras disse que não recebeu nenhum documento.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGDesculpem a brincadeira, mas a repórter e o procurador-geral estavam mais por fora do que umbigo de vedete, como se dizia antigamente. Em tradução simultânea, o pedido de impeachment é a notícia crime apresentada ao Supremo pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), já aceita pelo relator Marco Aurélio Mello e que aguarda parecer do procurador Aras.  E o detalhe é que, pedido de impeachment referendado pelo Supremo chega ao Congresso com muito mais força e tem tramitação rápida. (C.N.)

27 thoughts on ““Vou ouvir o ministro Mandetta”, diz o procurador Aras sobre postura de Bolsonaro

  1. O sistema não vive sem corrupção, não vão desistir, pois o dinheiro público é a sobrevivência de muitos. Irão tentar até as últimas consequências, mas terão como inimigos as FFAA e a maioria do povo. Será um bom embate, mas o país precisa sair deste círculo da corrupção.

  2. Um deputado do PT vai derrubar o presidente da república.
    Esse macho é um verdadeiro Catão, e sua origem é o PT que é composto por legítimos Varões de Plutarco.
    Esse petista está prenhe de razões, ” Ou moralize-se tudo ou nos locupletemos todos”
    Que eu me divirto vendos os cretinos usando a paralaxe cognitiva, me divirto!

    • A Polícia Federal (PF) solicitou ao procurador regional eleitoral do Estado, Patrick Salgado, pedido de abertura de inquérito para investigar suposto crime eleitoral em favor das campanhas do deputado federal Reginaldo Lopes (PT) e do deputado estadual Paulo Guedes (PT), atual secretário de Desenvolvimento do Norte de Minas.

      O pedido é um desdobramento da operação “Curinga”, deflagrada pela PF e Ministério Público Federal (MPF) em novembro de 2014 para coibir um esquema de fraude na Previdência Social na cidade de Monte Azul, no Norte de Minas. Benefícios previdenciários eram trocados por votos. No curso da investigação, no entanto, foram descobertos indícios de crimes eleitorais. O Hoje em Dia revelou o relatório da investigação com exclusividade, em uma série de reportagens em novembro.

      No ofício enviado ao MPF, o delegado Marcelo Freitas, chefe do Departamento policial em Montes Claros, sustenta ter encontrado elementos que denotam a prática de “graves delitos eleitorais” na campanha de 2014. Ele cita os crimes de compra de voto e transporte de eleitores no dia do pleito.
      Mais um corrupto
      Ficha suja.

  3. Quem tem mandato é o presidente, Mandetta é subordinado do presidente não manda no presidente. Preciso desenhar? Segundo, quem está fazendo campanha para derrubar, para dar um golpe, não é oPT, e sim seus ex aliados, colegas, amigos etc.

  4. O PGR praticamente já deu a resposta.

    PGR diz que notícia-crime contra Bolsonaro terá trâmite normal
    O Antagonista

    A Procuradoria Geral da República afirmou que “seguirá o trâmite normal” a notícia-crime contra Jair Bolsonaro protocolada pelo petista Reginaldo Lopes, que acusou o presidente de “conduta irresponsável, tenebrosa e criminosa” no combate à pandemia do novo coronavírus.

    Segundo assessores de Augusto Aras, a petição enviada pelo STF foi recebida às 11h02 e ainda não teve decisão.

    Em entrevista ao jornal O Globo, o chefe do MPF descartou acionar Bolsonaro por ter visitado cidades do DF no fim de semana, mesmo provocando aglomerações.

    “Vivemos um estado democrático de direito. No Brasil, não foi necessário ainda estabelecer toque de recolher e eu espero que isso não venha a ocorrer. Dessa forma, a mobilidade do presidente, como de qualquer cidadão, está no campo de uma certa vontade de cada um. O presidente tem a sua forma de pensar e não me cabe criticá-lo, mas tão-somente dizer que, do ponto de vista jurídico, a visita do presidente e a sua mobilidade não infringe por enquanto nenhuma lei, nenhuma norma que possa ensejar ao MPF nenhuma atitude”.

    • Eu já tinha lido outras idiotices suas; mas, como 99% das pessoas são iguais a você (escrevem com uma gramatica perfeita), eu só resolvi te dar atenção, após você direcionar sua idiotice a minha pessoas.

    • Não. PONTO. Não é isso não. PONTO. A maioria das pessoas são gente grande (que vai morrer procurando comida no lixo, sem ir buscar ajuda do governo); PONTO E VIRGULA; gentinha igual a você, lula, FHC, jornalistas, e demais parasitas que o povo tem nojo; PONTO E VIRGULA; são minorias.

  5. Da Página. Professores UFRJ

    Ontem o Dr. Nelson Ferrão, um dos médicos dos SUS que está virando dia e noite para tentar salvar vidas, postou um desabafo muito lúcido, consistente e coerente:
    “Uma coisa é certa, o Coronavirus é muito didático. Ele joga duro, mas é papo reto, na lata. E dá lições sem falar, só causa e consequência. Eis algumas delas?
    Lição 1) Para o mercado, as crises só servem mesmo pra ganhar mais dinheiro, especulando. É só olhar o preço do álcool gel. Quando a coisa aperta, até os planos de saúde e os hospitais privados mandam os pacientes pro SUS. Ou seja, na hora do pega-pra-capar, só se pode esperar alguma coisa mesmo é do Estado; logo, se você é um desses que quer acabar com o Estado, prepare-se para ser presa fácil das aves de rapina de sempre.
    Lição 2) Numa sociedade integrada, nenhuma bolha é segura. Você pode morar em condomínio fechado, ter vigilância monitorada, álcool gel em todas as peças da casa e o escambau, mas se os pobres, que talvez você ache que mereçam ser pobres, não tiverem uma vida digna — com acesso à saúde, educação, cultura, direitos trabalhistas e tudo mais –, eles levarão o vírus até você.
    Pode ficar certo, a empregada que te serve e viaja diariamente naquele ônibus superlotado, o motoboy do i-Food sem direito à licença saúde que te faz entregas, ou aquele operário que vai trabalhar mesmo doente porque não pode ter o salário descontado, pois têm um destes modernos contratos flexíveis de trabalho sem direitos: eles vão furar a sua bolha e expor a sua miséria também. E se prestar atenção, talvez você entenda também que a violência urbana que mata o playboy do asfalto tem origem na mesma desigualdade social de sempre, que você talvez ache natural.
    Ou seja, estamos todos no mesmo barco, e mesmo que você esteja no andar de cima, se o barco afundar você vai junto. Só a solidariedade salva: ou todos estão seguros, ou ninguém está.
    Lição 3) Pense melhor em quem você elege para cargos executivos. Não adianta eleger Presidente, Governador, Prefeito fazendo arminha ou combatendo mamadeira de piroca e kit gay.
    Se os caras eleitos não souberem o que fazer lá onde você os colocou, periga até eles saírem às ruas em plena quarentena pra se aglomerar, cumprimentar fãs, tirar selfies e ajudar a espalhar o vírus, ou então para dizer para a população que não vai dar nada, que se dermos uma banana pro vírus ele vai embora. Ou até as duas coisas juntas.
    Se eles não tiverem competência nem para identificar uma ameaça real, que dirá para montar uma operação de guerra, amarrando todas as pontas necessárias para não deixar isto virar uma tragédia maior, de políticas sanitárias preventivas, passando por um sistema universal integrado e seguro de saúde para acolher os doentes, até medidas de proteção às empresas e trabalhadores que serão afetados pela paralisação de muitas atividades.
    Lição 4) Quer goste ou não deles, você novamente será salvo por algum cientista. Você pode até achar bonito combater a ciência, ser negacionista, terraplanista, antivacinista, militarista, dizer que as instituições públicas de ensino e pesquisa são aparelhos comunistas, mas na hora da verdade, se tem alguém que pode salvar a sua vida são os pesquisadores e pesquisadoras de universidades públicas, da Fiocruz, do Instituto Butantã, de todas aquelas instituições que têm sido achincalhadas e precarizadas nos últimos anos.
    São eles e elas que estão trabalhando hoje, silenciosamente, ao lado dos principais centros de pesquisa do mundo, para desenvolver medicamentos e vacinas contra este e outros vírus que ainda nos ameaçam. Sem eles, talvez nossa civilização até já tivesse sido dizimada. Então, pense melhor em para quem você rende homenagens. Quando uma ameaça de grandes proporções como essa nos acossar novamente, lembre-se, não são os milicos com fuzis AR-15 nem os pastores que vendem curas fáceis em troca da senha do seu cartão de débito que irão nos tirar desta enrascada, mais uma vez. São os cientistas, e em geral de instituições públicas”.

    Então, vê se acorda! Mais do que reconhecimento público e aplausos de apoio aos profissionais de saúde, ele e todos nós precisamos de atitudes corretas.

  6. Apesar da excitação de alguns que querem derrubar Bolsonaro de qualquer maneira, as denúncias apresentadas são muito fracas.

    Quanto à notícia-crime citada por CN(nota da redação do Blog), já se verifica que as petições de notícias-crime contra Jair Bolsonaro foram encaminhadas para o local errado (STF).

    Notícia-crime, nesses casos, teria que ter sido enviada pelos “peticionários” diretamente ao Procurador-geral da República.

    O que Marco Aurélio fez foi apenas encaminhá-las ao Procurador-geral da República, que é o único a poder propor uma “Ação Penal” junto ao STF contra o presidente da República.

    Sugiro que o ótimo advogado João Amaury Belem, uma das pessoas que tem se apresentado aqui como das mais bem esclarecidas, verifique os textos dessas fraquíssimas petições de notícias-crime apresentadas no lugar errado (STF), e depois faça os devidos comentários: PET8744, PET8740, PET8749.

    • Esse intelectual chamado Marcos Franco confunde notícia-crime como ação penal pública, certamente também confunde abacate com abacaxi.
      Me fez dar boas risadas…

      CN

    • Pobre coitado, esse Marcos Franco está mais por fora do que umbigo de vedete. Mas é engraçado, de toda forma, e o blog está muito sério, precisa de comediantes.

      CN

  7. Rídiculo, Carlos Newton. Apenas mostra o seu baixo nível.

    Em relação às suas respostas ofensivas:
    Tribuna da Internet 31 de março de 2020, 20:14 at 20:14
    Esse intelectual chamado Marcos Franco confunde notícia-crime como ação penal pública, certamente também confunde abacate com abacaxi.
    Me fez dar boas risadas…CN
    Tribuna da Internet 31 de março de 2020, 20:21 at 20:21
    Pobre coitado, esse Marcos Franco está mais por fora do que umbigo de vedete. Mas é engraçado, de toda forma, e o blog está muito sério, precisa de comediantes.CN

    Afirmo que em nenhum momento disse que notícia-crime e ação penal são a mesma coisa.

    A Notícia- crime tinha que ter sido enviada ao PGR, não ao STF. E o procurador-geral da República pode ou não propor uma ação junto ao STF, que se denomina, essa sim, “ação penal”.

    Sua desonestidade já ficava patente quando usou este blog para divulgar notícias falsas de que um dos assassinos de Marielle teria ido à casa de Bolsonaro no dia em que ela foi assassinada e resolveu “inventar” que o sistema de interfones daquele condomínio teria repassado a ligação para o celular do morador e que Bolsonaro teria atendido à ligação em seu celular em Brasília. E que o sistema que registrava as ligações no HD do computador teria sido adulterado para apagar esse registro.

    Meses depois, a perícia oficial constatou que esse porteiro que acusava Bolsonaro era outro diferente (vozes eram diferentes) daquele que realmente ligou para a casa do assassino, e cuja gravação ficou registrada no HD do sistema no computador.

    Continue sim, mentindo e censurando os comentários. Certamente a Justiça divina vai atuar sobre você.

    • Sinto lhe dizer: Você pra pobre coitado, tem que melhorar muito.

      O que o C.N (não quis dizer; mas, está provando) demonstra;, é que os ministros, fazem o que quiserem, há hora que quiserem. PONTO. E se não funcionar dessa vez, eles tentam daqui a pouco (a lagosta e o vinho, já estão garantidos).

      E se acabar o seu gás, nós vamos colocar há culpa no Bolsonaro.

  8. Carlos Newton, esse é o nome, no seu “morde e assopra”, que agora mais morde que assopra. A esquerda é doente. Até os mais comedidos e intelectuais cedem a devaneios.

    Quando era o caso de Dona Dilma, a “mulher sapiens”, redigiam teorias e teorias, declamavam a Constituição Federal de cabo a rabo. Agora acham que o Supremo pode o que não pode e que argumentos toscos valem o que não valem.

    Pobre jornalismo brasileiro. Pobre Tribuna da Internet, um dos últimos lugares em que o jornalismo tentava respirar democraticamente e analisar os fatos sem conotação ideológica.

    Vale tudo para tentar derrubar o presidente de todos os brasileiros Jair Messias Bolsonaro. Continuem tentando, auxiliados pela liderança maior do comunismo mundial, China, e Foro de São Paulo acompanhado pela Internacional Socialista. Vocês demonstram falta de seriedade no trato com as notícias, o que se anda se revelando com maior força por agora, tendo em vista que há bem pouco tempo procuravam exercer o jornalismo de verdade, superado, hodiernamente, pela tosca vontade de derrubar um presidente legitimamente eleito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *