“’Vou quebrar o cartel dos bancos, pesadamente, no primeiro dia”, diz Ciro

Resultado de imagem para ciro em campanha

Ciro diz que copiam suas teses e adota o lema “Siga o Ciro”

Deu no Correio Braziliense
(Agência Estado)

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, voltou a criticar o setor bancário neste domingo, 26, em campanha na capital paulista. Reiterando o discurso em favor do aumento da concorrência no setor, o presidenciável afirmou que, uma vez eleito, vai envolver imediatamente Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil em uma estratégia de aumento da competitividade, com a prática de juros menores.

“Eu vou quebrar o cartel dos bancos. Vou quebrar pesadamente, já no primeiro dia”, disse Ciro, que fez uma visita a uma feira livre na região de Itaquera.

NOME LIMPO – Ciro acrescentou que seu plano para reduzir juros e estimular o consumo vai contemplar ainda medidas como a regulamentação de Fintechs e a já anunciada retirada do nome dos brasileiros da lista do Serviço de Proteção ao Crédito.

Ele voltou a defender este último projeto, batizado de Nome Limpo, reforçando que “não se trata de dar dinheiro”, mas sim de renegociar dívidas de forma a destravar a economia.

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, també subiu o tom das críticas aos adversários neste domingo. Em visita à capital paulista, o pedetista criticou o tucano Geraldo Alckmin, o emedebista Henrique Meirelles e presidenciável do Novo, João Amoêdo.

BOTAR PRA CORRER – O MDB foi quem tomou a maior parte dos ataques. Questionado se aceitaria um eventual apoio da sigla do presidente Michel Temer caso seja eleito, Ciro revidou: “Nem a pau, Juvenal. Meu governo vai botar pra correr ladrão e bandido. Botar pra correr até a porta da cadeia.”

Ao afirmar que o decorrer da campanha deixará evidente qual projeto cada candidato representa, Ciro reforçou a associação direta de Alckmin e Meirelles com o governo do Temer.

“A turma do Temer está dividida entre Meirelles e o Alckmin. Então, se você é favorável às ideias do Temer, à proposta do Temer, vota na turma do Temer”, disse Ciro, que visitou neste domingo (26/8) uma feira livre na região de Itaquera, na capital. “Eu lutei muito contra o Temer, contra essas reformas antipovo, antipobre, e estou fazendo propostas populares”, afirmou.

MILIONÁRIO – Sem citar diretamente o nome de Amoêdo, Ciro fez referência ao patrimônio declarado de R$ 425 milhões do candidato do Novo. “Tem candidato nesta eleição que tem R$ 425 milhões, quase meio bilhão de Reais, e vive com mais da metade disso em renda fixa. E vive falando mal do Estado. Então, o camarada faz com que todo cidadão desempregado no Brasil hoje pague o juro com que ele paga seu jatinho. ”

A campanha do candidato do PDT deve iniciar nos próximos dias uma ação nas redes sociais, na qual dirá que outros candidatos copiam suas propostas.

SIGA O CIRO – A ideia é usar, por exemplo, a informação de que o PT postou e depois apagou de suas redes uma proposta semelhante à do pedetista, que defende a renegociação de dívidas para limpar o nome dos cidadãos no Serviço de Proteção ao Crédito.

A campanha também dirá que Ciro é defensor há décadas da ideia de criar um Imposto sobre Valor Agregado (IVA), que também permeia o discurso do tucano Geraldo Alckmin. Um slogan que será difundido nas redes fará um trocadilho convidando o eleitor a seguir as redes sociais de Ciro: “Faça como os outros candidatos. Siga o Ciro”.

33 thoughts on ““’Vou quebrar o cartel dos bancos, pesadamente, no primeiro dia”, diz Ciro

  1. Se a matéria verdadeira e a pena não alugada,
    o pobre coitado do ciro deu um tiro de misericórdia em sua candidatura ou ele já fez o seu acordo prévio de falar mau dos banqueiros e enriquece-los ainda mais.
    Resumo, se correr o bicho pega se ficar o bicho come e os otários que se danem, e os que não, se aproveitem.

    • Isso aí Jorge. Não pense que ele é estúpido a ponto de fazer o que prega. O cara é simplesmente um demagogo barato acostumado a enganar platéia desinformada.
      Melhor voltar pras suas fazendas de cana do nordeste e criar barriga.

  2. “’Vou quebrar o cartel dos bancos, pesadamente, no primeiro dia”, diz Ciro.
    -Certamente o fará com a ajuda dos aliados de governo, notadamente o PT…

  3. 1) Nas eleições em que foi candidato presidencial pelo PSB, o Garotinho tb disse que iria mexer no sistema bancário.

    2) Coincidência ou não, até hoje, as mídias e uma parte do judiciário fazem de tudo para atrapalhar ele e a família.

  4. Pra continuar imitando a primeira campanha vitoriosa do Lulla só falta o Ciro prometer auditorias na Previdência Social e nas dívidas interna e externa. Se ganhar esquece antes da posse.

  5. Ciro Gomes não é aquele irmão do Cid Gomes?

    Cid Gomes não é aquele irmão do Ciro Gomes?

    Sim, sim, então fujam correndo sem olhar pra trás que abriram a porta do hospício!

  6. Sempre disse que o Ciro é um legítimo cavalo paraguaio; bom de largada e ruim de corrida. Ultimamente ele mais parecia um pangaré paraguaio do tipo desfilando na cancha e, agora, se tornou em um jumento paraguaio. Mais um mês e continuando a dizer besteiras vai se tornar no mais novo ex candidato paraguaio.

  7. Coitado do Ciro , aqui na TI apanha mais do que mulher de malandro:

    É demagogo, é doido, é “Coroné” , e por vai.

    Mas quando o candidato dos fanáticos diz que vai acabar com a corrupção e com a violência , não é demagogia não.É vero!

    Dizem que o homem já chegou a 95 dos votos dos eleitores.Já ganhou por antecipação.Vôte!

  8. MORALISMO DE GOELA: Deus nos livre disso, No fim de 2017 o presidenciável da extrema-direita Jair Bolsonaro (PSL-RJ) anunciou que seu ministro da Fazenda seria o economista liberal Paulo Guedes. O escolhido até já preparou um programa econômico para o deputado. Agora o casamento corre o risco de terminar ainda nas núpcias, caso Bolsonaro queira mesmo pregar na eleição que é o concorrente mais honesto. http://www.cartacapital.com.br/politica/Economista-de-Bolsonaro-socio-de-grupo-ligado-a-esquema-de-doleiros

  9. O general vice tem toda a razão quando diz que os seguidores do boçalnaro são mais boçais do que o candidato.
    O que os caras defecam pela boca é de uma ignomínia sesquipedal.
    Além de não saber escrever, dão a inteira certeza de não possuírem mais do que dois neurônios.
    O boçalnaro só não é pior do que o meliante de nove dedos.
    Não chega nem no 2º turno!
    É melhor já ir preparando a campanha para a prefeitura em 2020.

  10. Ciro Gomes vai perder a eleição, no segundo turno para o despreparado Jair Bolsonaro por conta de sua (e de seu Mauro Benevides Jr.) posição na questão da Reforma da Previdência Social.
    Seu dever diante da História, era o de ouvir a Profª. Dra. Fattorelli. Mas preferiu ouvir os tecnocratas.
    A História não perdoa.

  11. Ciro voltou a alfinetar neste domingo as pessoas que têm criticado e chamado de populista sua proposta de quitação dos débitos. “Tudo que é para pobre no Brasil, botam defeito. O Brasil dispensou mais de R$ 300 bilhões de rico naquilo que se chama Refis, que é basicamente refinanciamento das dívidas dos contribuintes empresariais com o governo”, ponderou. https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/eleicoes/2018/noticia/2018/08/26/ciro-gomes-batiza-de-nome-limpo-proposta-de-quitacao-de-debitos-de-consumidores-no-spc.ghtml

  12. Das duas uma:
    Ou Ciro sepultou a sua candidatura ao afirmar que vai “quebrar o cartel dos bancos” ou está enganando o povo, e nos mesmos moldes de Lula!

    Nas administrações petistas, lembro que o cartel teve o período onde registrou seus maiores lucros na história, logo, por que não dar continuidade a este processo?!

    Quanto à proposta de quitação dos débitos através de negociações com os credores de quem está com o nome no SPC e Serasa, a questão não é criticar a ideia porque vai ao encontro do inadimplente, não.

    O que se precisaria definir é o tipo de débito que se tem:
    se serão somente os bancários e cartões de crédito;
    se as dívidas contraídas em lojas ou em serviços serão também financiadas;
    o inadimplente poderá pedir o dinheiro somente para um credor ou vários credores;
    os financiamentos de imóveis e de automóveis, enfim, o dinheiro emprestado pelo governo (bancos estatais) para se quitar os débitos servirão para que tipo de credor e quantos?!

    E, o mais importante:
    COMO QUE O DESEMPREGADO VAI PAGAR O DINHEIRO QUE PEDIU EMPRESTADO PARA PAGAR O SEU CREDOR??!!

    Este é o nó górdio da ideia de Ciro, que não contribui para a maior necessidade do povo, e que se coloca como de fundamental prioridade:
    EMPREGO!!!

    Ora, empregado, o devedor tratará de pagar o que deve porém, sem trabalho, de que maneira liquidará o dinheiro concedido??!!

    Aumentará a sua dívida, só isso!!!!

    • Bendl, segue o link para a entrevista que explica, do economista do Ciro aos jornalistas:

      Entrevista de Mauro Benevides para a GloboNews | Central das Eleições – Youtube:

      https://youtu.be/47_cDQPCCIU

      Ele deixou escapar um bom tanto, não tudo, para que o longo trabalho nao seja simplesmente ‘roubado’, na reta final da campanha por quem nao faz nada.

      Acho que ninguém terá argumentos perante um trabalho coerente e bem feito que pode resolver esse problemaço, a nao ser que busque mais do mesmo, ou o pior…

      Como apartidário, defendo quem trabalha para melhorar o Brasil.
      Estou olhando as opções e, até agora, só ví possibilidade de resultados concretos no que apresentou Benevides, e no que apresentou o assessor da Marina.
      Esse o caminho, até agora, ao meu ver.

      PS: Minha opinião sobre a proposta do economista do PSL, o P.Guedes, é a seguinte:
      Vende-se tudo, segura por 4 anos, entrega tudo, faz o pé de meia (da ‘diretoria’), dá-se por serviço cumprido e entrega a batata pra o proximo que vier, á frente…

      A campanha do PSL é tao indecente e sem escrúpulos que assusta.
      O Lula ao menos conseguiu enganar. Deu no que deu.
      O que o PSL faz e escancarar o que Lula escondia, misturando com a nojeira do Temer, mudando de nome, e tomara nao venha a se concretizar…
      Soa na verdade como aprendizado do PT, remodelado pra dar no mesmo…
      O nome disso é entreguismo, rasgar a bandeira, embora estejam todos aí acreditando no papo forjado, na farsa….

      Vamos ver como fica a fralda dele nos próximos debates….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *