Waly Salomão vendo a vida copiar a arte

O advogado e poeta baiano Waly Dias Salomão (1943-2003), uma das figuras mais fecundas e heterogêneas da vanguarda brasileira, explica em forma de poema por que “A Vida é Cópia da Arte”.

A VIDA É CÓPIA DA ARTE

Waly Salomão

Areia
Pedra
Ancinho
Jardins de Kioto

Alucinado pelo destemor
De morrer antes
De ver diagramado este poema
Ou eu trago Horácio pra cá
Pra Macaé-de-Cima
Ou é imperativo traí-lo
E ao preceito latino de coisa alguma admirar

Sapo
Vaga-lume
Urutau
Estrela

Nestes ermos cravar as tendas de Omar
Ler poesia como se mirasse uma flor de lótus
Em botão
Entreabrindo-se
Aberta

Anacreonte
Fragmentos de Safo
Hinos de Hörderlin
Odes de Reis
El jardín de senderos que se bifurcan
Jardim de Epicuro
Éden
Agulhas imantadas & frutas frescas  para a vida diária.

                (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *