WhatsApp baniu mais de 360 mil contas por envio massivo de mensagens durante as eleies

Charge do Fernando (Arquivo do Google)

Marlen Couto
O Globo

O WhastApp divulgou nesta quinta-feira que baniu mais de 360 mil contas no Brasil por envio massivo ou automatizado de mensagens no perodo de setembro a novembro de 2020, durante as eleies municipais. As contas foram identificadas por meio de tecnologia de aprendizado de mquina (machine learning), que analisa comportamento abusivo sem ter acesso ao contedo das conversas no aplicativo. No necessariamente todas as contas tm relao com o pleito municipal.

O nmero de contas removidas se aproxima do registrado nas eleies presidenciais de 2018, quando mais 400 mil foram banidas. A avaliao de pesquisadores da rea e do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Lus Roberto Barroso, a de que o pleito deste ano teve menos circulao de mensagens desinformativas na comparao com a disputa presidente h dois anos.

FAKE NEWS – Dois dias antes do primeiro turno, Barroso chegou a afirmar que houve um “nvel mnimo’ de circulao de fake news nas campanhas municipais. O WhatsApp removeu, em parceria com o TSE, 1.042 nmeros a partir de denncias recebidas pela Corte Eleitoral.

Os nmeros j haviam sido divulgados aps o segundo turno das eleies. Foram, ao todo, 5.180 reclamaes registradas no canal para denncias de disparo em massa. A plataforma tambm anunciou que o chatbot Tira-dvidas Eleitoral no WhatsApp contou com mais de um milho de usurios nicos. No chat, foram trocadas mais de 18 milhes de mensagens. A ferramenta continuar ativa at 20 de dezembro, data do eventual segundo turno em Macap.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.