Wimbledon: surpresa, mas não zebra

Federer foi mais uma vez eliminado, o que vem acontecendo com frequência. Os que diziam, “é o melhor de todos os tempos”, estão compreendendo agora que isso não existe. No quarto set, 6º game, (3/3), o tcheco Berdych fez duas duplas faltas seguidas e ganhou o ponto. Federer tinha que perder.

Os 4 primeiros no topo

Isso é quase inédito. Nadal, Federer, Murray e Djokovic, jogaram hoje (não entre eles), para ver quais seriam os semifinalistas.

Mais ou menos 1 hora antes de entrar na quadra, Nadal não sabia se jogaria, nenhuma confiança nos joelhos. Resolveu jogar, no primeiro set quase desistiu, chegou a estar perdendo de 5 a 0, Soderling fechou o set facilmente.

A partir daí, Nadal botou a alma, a garra e o coração na raquete, ganhou de forma indiscutível, com 6 a 1 no último set. Vejamos como estará depois de amanhã, sexta-feira, na semifinal. Tem que colocar o adversário ajoelhado, sofrendo com os próprios joelhos.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *