Wimbledon, tão monótono quanto a Copa do Mundo

Ainda no início da segunda rodada, nenhuma sensação ou emoção. A não ser pelo susto dos principais jogadores. Djokovic, número 4, perdia por 2 sets a 0 para um desconhecido, levou mais de 3 horas para ganhar o jogo, lógico, em 5 sets.

Federer também enfrentando um jogador do qual jamais ouvi falar, perdeu os dois primeiros sets. Para vencer os outros três e confirmar o jogo, precisou de 3 horas e 25 minutos.

Quando diziam, “é o maior de todos os tempos, eu contestava, (não por causa de Federer) mas porque sempre considerei que em nenhum esporte existe o “melhor de todos os tempos”. Da sua época, bastante aceitável.

Os grandes do boxe

No século XX, quatro lutadores foram considerados “os melhores do seu tempo”, por muita gente: Gene Tunney, Joe Louis, Muhamad Ali, Mike Tyson.
Na verdade, Tunney dominou no primeiro quarto do século, Louis no segundo, Cassius Clay (Muhamad Ali) no terceiro, e Tyson no último. Sem contestação.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *