Witzel entrega defesa em tribunal que julga pedido de impeachment, nega corrupção e culpa secretariado

Defesa alega “absoluta ausência de provas/indícios” contra Witzel

Pedro Figueiredo
G1 / TV Globo

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), entregou nesta segunda-feira, dia 19, sua defesa no tribunal misto que analisa o seu pedido de impeachment. O documento foi entregue às 17h. Witzel tinha até terça-feira para entregar a defesa. Agora, começa um prazo de 10 dias contando a partir desta terça para o relator do processo, deputado Waldeck Carneiro (PT), apresentar um novo parecer.

A defesa do governador sustenta que ele nunca participou da escolha e contratação da organização social Iabas para a construção dos hospitais de campanha para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. O relatório do deputado Rodrigo Bacellar (PSD) aprovado na Alerj aponta supostas irregularidades na contratação da OS como uma das bases para o pedido de impeachment.

AUSÊNCIA DE PROVAS – Segundo a defesa de Witzel, há “absoluta ausência de provas/indícios contra o Governador, a gerar inclusive a inépcia das denúncias”. Entre outros argumentos a defesa diz que um contrato com a Iabas foi firmado pelo subsecretário de saúde Gabriel Neves no dia 3 de abril e só teria sido submetido à Subsecretaria Jurídica no dia 20 do mesmo mês. Segundo a defesa, a subsecretaria, então, opinou pela abertura de sindicância para apurar supostas irregularidades.

A defesa também rebateu um trecho do relatório de Barcellar que afirma que “Witzel ´tinha o comando` da estrutura que deu suporte a fraudes na Secretaria de Estado de Saúde, tendo criado uma estrutura hierárquica para a prática de delitos dentro da estrutura do poder executivo fluminense”.

Segundo a defesa “não foi anexada às denúncias nenhuma prova, nem mesmo indiciária, que pudesse demonstrar qualquer relação do Governador com o suposto esquema de corrupção, relacionado à contratação do Iabas”. O documento também refuta a suspeita de que atos do governador teriam beneficiado o empresário Mário Peixoto, em troca de contratos com a mulher de Witzel, Helena Witzel.

14 thoughts on “Witzel entrega defesa em tribunal que julga pedido de impeachment, nega corrupção e culpa secretariado

  1. Aí pessoal do Tribuna da Internet, seria bom colocar destacado no vosso site esse comentário do Felipe Quintas na página dele no Facebook:

    O Brasil entrega aos EUA as minas de cobalto e níquel do Piauí que o Elon Musk está querendo e, “em troca”, o Tio Sam coloca dinheiro no BTG Pactual (banco do Paulo Guedes) e câmeras de monitoramento no Rio de Janeiro – para “””monitorar””” exatamente o que e para que? Eu até começo a entender os malucos que dizem que o Brasil nunca foi colônia de Portugal, porque o nível de colonização a que Bolsonaro submete o Brasil em relação aos EUA é tão grande que faz a colonização portuguesa parecer fichinha.

    Antes que apareça o pessoal que acha que a solução é trocar de metrópole e colocar base militar chinesa aqui, já digo que a China também já tem o quinhão dela, pois ela extrai, no sul do Piauí, 10 mil quilates/mês de diamantes que não existem em mais nenhum lugar do mundo.

    No Brasil colônia, todas as potências estrangeiras têm acesso a tesouros que só se encontram nesse solo abençoado, enquanto nós, os legítimos detentores dele, ficamos apenas com crateras, poluição e câmeras de monitoramento. Isso que é soberania, no anti-dicionário bolsonarista.

    Felipe Quintas
    https://www.facebook.com/felipe.quintas.1/posts/1436896746507575

    • O Estado do Brizolaquistão e o Tucanistão podem se dar as mãos…”, como se dizia antigamente…

      Avante Corruptos, acabem com tudo

  2. Mais um governador do Rio de Janeiro candidato à Bangu…
    Podia arrastar o Crivella e o Paes com ele…
    Dois safadões de péssimas índoles,que já deveriam estar fichados naquela espelunca há muito tempo…

  3. “O Brasil entrega aos EUA as minas de cobalto e níquel do Piauí que o Elon Musk está querendo e, “em troca”, o Tio Sam coloca dinheiro no BTG Pactual (banco do Paulo Guedes) ”
    O capital é internacional. São investidores. existe apensa um deposito mineral.

  4. Espero, com muito apreço, matéria relacionada ao “Doriana”, queridinho da imprensa por esbanjar verbas publicitárias…

    Enquanto isso…
    Bozo, Doria, Witzel, Huck, Ciro, Amoedo, Moro, Mandetta e o “garboso” Lula… Salvadores da pátria? Quem? Façam as suas apostas, pois a merda vai perdurar…

      • Sr. Nelson.

        Será que o novo tucano na Praça, Luciano Hulk vai apagar as fotos junto ao Gestor Comunista Joãozinho Dorian Grey..???

        • Armando, estamos em um mato sem cachorro. Não há, em hipótese nenhuma, no momento, alguém plausível para mudar a triste realidade brasileira. Eu, desde o início, chamo à atenção para o atual contexto. O Bozo é uma ruindade, mas….sei lá…Saúde e paz sempre!

      • Grato por suas palavras, amigo Nelson Souzza. É sempre bom vê-lo por aqui, com seu humor fino e requintado.

        Abs.
        CN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *