Zelaya, o insensato

Insistindo em voltar ao Poder em Honduras, disse hoje: Voltarei amanhã (quarta-feira), ao meu país, que já está em guerra civil”. Se estiver mesmo, a culpa é exclusivamente dele.

Como a eleição está marcada para novembro, (sem a antecipação para outubro proposta pelo presidente da Costa Rica) por que Zelaya insiste num referendo?

Está aprendendo a ler pela cartilha de Chavez. Se a reeeleição não está na Constituição, por que Zelaya insiste? Nem golpe da continuação, nem golpe dos golpistas. ELEIÇÕES IMEDIATAS, SEM GOLPE DE QUALQUER LADO. (Exclusiva)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *