Zelaya, Zelaya, sua ONU não é de Haya

Golpe é golpe, mas em Honduras as coisas não estão claras. Ser preso de pijama, e fazer estardalhaço, parece marquetismo. E logo o golpista Chavez corre para o lado dele? A ONU (a dos EUA) diz que “ele ainda é presidentee volta ao país depois de amanhã”. Os generais garantem: “Se voltar, será preso”. E o povo, a plebe vil e ignara, não é ouvida? Nem generais nem Zelaya que não quer sair do governo. (Exclusiva)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *