Zez Perrella, a cocana e o sobrenome roubado

Para onde ia a cocana apreendida no helicptero da famlia Perrella? Segundo a Polcia Federal, para a Europa. Os 450 quilos foram avaliados em 10 milhes de reais. Com o refino, pode chegar a dez vezes isso. a maior apreenso j ocorrida no Esprito Santo, a segunda maior do ano.

uma operao milionria. O piloto avisou que receberia 60 mil pelo transporte. Quatro pessoas acabaram presas e foram levadas Superintendncia da PF, em So Torquato, Vila Velha. A polcia investigava a rea. O stio, que valeria 300 mil, teria sido comprado por cerca de 500 mil por um laranja, o que despertou a desconfiana da comunidade.

O grande traficante, no Brasil, visto ainda como o sujeito que mora no morro, tem cara de mau, torce para o Flamengo e vive numa manso (a cada invaso de favela aparece uma jacuzzi vagabunda que os telejornais classificam como uma das mordomias de Pezo, Luizo, Jefo ou seja l quem for).

A possvel ligao de dois polticos, pai e filho, com uma apreenso desse tamanho mostra que o trfico vai muito alm disso.O deputado estadual Gustavo Perrella (filho de Zez), num primeiro momento, declarou que a aeronave fora roubada. Depois surgiu uma troca de mensagens com o piloto. Ele vai depor na PF, bem como sua irm. O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro (o Kakay), diz que o SMS vai provar que seu cliente no sabia de nada. A Folha deu que Gustavo usava verba pblica para abastecer a aeronave. O piloto, alis, era funcionrio da Assembleia.

Os Perrellas do um enredo mafioso clssico. Jos Perrella, ex-presidente do Cruzeiro, empresrio, senador, j foi indiciado por lavagem de dinheiro na venda do zagueiro Luizo, em 2003. Um inqurito da PF e outro do Ministrio Pblico de Minas investigam tambm ocultao de patrimnio.

DECLARAO DE BENS

Segundo o Hoje em Dia, sua mais recente declarao de bens ao TRE falava em apenas 490 mil reais. S a fazenda Morada Nova, a 300 quilmetros de Belo Horizonte, est avaliada em 60 milhes de reais.

Em matria de sinais exteriores de riqueza, ainda possui uma Mercedes CL-63 AMG, que custa em torno de 300 mil reais. Sua casa, no bairro Belvedere, o mais caro de BH, estaria avaliada em 10 milhes. Gustavo, por sua vez, dono de uma Land Rover e um BMW, dos quais s o ltimo foi declarado Justia.

Zez Perrella chegou a BH com os seis irmos nos anos 70, vindo do interior do estado. Vendiam queijo e lingia da roa. Seu enriquecimento foi fulminante, especialmente depois de entrar para a poltica em 1998. Naquele ano, declarou ter 809 mil reais. Na eleio seguinte, perto de 2 milhes. E ento um milagre aconteceu: em 2006, seu patrimnio, no papel, caiu para 700 mil. At chegar aos 490 mil.Um helicptero como o usado na apreenso de coca sai por 3 milhes. No h hiptese de ele sair do cho sem que o dono saiba.

O caso dos Perrellas tem os contornos de uma histria da mfia at pelo nome italiano.Mas at mesmo a existe um problema: ele foi, digamos, emprestado.

Perrella o sobrenome de um imigrante do sul da Itlia, Pasquale, que comeou vendendo banha de porco em Belo Horizonte no incio do sculo passado. A banha servia para conservar alimentos. O negcio prosperou e seus descendentes criaram um frigorfico que se tornaria famoso. Em 1988, o frigorfico foi vendido para Jos de Oliveira Costa, nosso Zez, que fez um acordo para passar a assinar Perrella, registrado em cartrio. Parte dos netos e bisnetos de Pasquale se arrepende amargamente de ver agora o nome do velho envolvido em crimes. Em fevereiro, a empresa foi acusada de adulterar carnes.

No ano passado, Zez Perrella escreveu um artigo para o jornal O Estado de Minas. Um bom trecho:

A corrupo tem sido, infelizmente, uma constante da poltica e da administrao pblica brasileira, alm da participao de segmentos privados.

um fenmeno mundial, no qual alguns pases, como o nosso, se destacam pelo grau de incidncia e, ainda maior, de impunidade. Mesmo que os escndalos sejam comprovados. Isso resulta na descrena da sociedade na preservao dos valores morais e ticos prprios de uma civilizao.

tempo de um basta definitivo e a oportunidade se aproxima. Repetindo: tempo de um basta definitivo e a oportunidade se aproxima.

14 thoughts on “Zez Perrella, a cocana e o sobrenome roubado

  1. Pxa. At que em fim foram informados sobre a apreenso dos 450 quilos de cocana. Falta serem informados sobre a sigla partidria a qual pertencem o senador e o deputado envolvidos. uma pena que no sejam do PT, n? Poderiam ter titulado de forma mais completa a matria.

  2. No s o Perrella que entrou pobre para a poltica e ficou rico, tem muitos polticos. que ao se eleger
    no tinham nada, alguns nunca trabalharam e em pouco tempo ficaram ricos e at milionrios.
    J um trabalhador que tem salrio (no renda), desconta na folha de pagamento, se cometer um erro
    de valor irrisrio, ao fazer seu imposto de renda, entra na malha fina. No entendo como esses polticos
    conseguem enganar a Receita Federal.

  3. Esclarecedor o texto para aqueles que imaginam que o Zez Perrella… Faltou agregar informaes sobre o irmo Alvimar… A “entrada” dos Oliveira Costa na poltica tpico do “roteiro brasileiro” de “empresrios” corruptos que procuram o abrigo da im(p)unidade parlamentar para ficarem livres do alcance do “brao’ com LER/DORT da Justia brasileira.

  4. Gostei muito da passagem que fala da imprensa mostrando as jacuzzis vagabundas dos p-rapados, ditos traficantes.

    S um idiota (como , em regra, o becio do povo brasileiro, telespectador manipulado cerebralmente pela Grobo), lobotomizado at a ltima clula (no falo de neurnios, porque esses j foram para a cucuia a muuuuito tempo), acha que aqueles pobres esquelticos que vemos nas favelas pela TV (cuja maioria composta de excludos pardos e negros), so os verdadeiros donos da “mercadoria”.

    Ora, um simples quilo desse p vale mais que ouro.

    O que levaria um verdadeiro traficante, riqussimo, como convm, movimentando toneladas dessa droga por ms, continuar a viver naquela imundcie das favelas, se teria condies de ir para o sonho da Miami brasileira, a to sonhada e engarrafada Barra da Tijuca, terra dos alpinistas sociais?

    Mas a verdade que enfiar a botina na porta desses desgraados, sem respeito qualquer, pode; mas invadir os palcios dos palhaos que nos roubam de todas as formas, isso no pode. A cumplicidade no permite.

  5. Interessante constatar que Itamar Franco escolheu Perrela do PDT para seu suplente. O deputado seu filho que tabm era do PDT um ms atrs saiu, entrando no Solidariedade do Paulinho da Fora. Como dizia minha tia baiana Mari: O PDT tem que tomar urgente um banho de “merda de cigano”.

  6. Naturalmente o Itamar Franco foi conivente, para dizer o mnimo, com a jogada do Acio (DEPENDENTE CNICO DAS DROGAS DA DISSIMULAO E DO ENGODO) que “vendeu a proteo de um mandato parlamentar ao Perrella. Uma proteo que funciona, tambm, como uma blindagem preventiva ao seu prprio mandato, uma vez que em seu governo a famglia dos perrellas ganhou diversos contratos, SEM LICITAO. preciso estar muito distante das atuais prticas polticas em “Terras Imperiais do Baladeiro do Baixo Leblon” para debitar somente ao Itamar essa trama inescrupulosa do menino do Rio.
    Segue um vdeo que aborda o assunto por um ngulo, vamos dizer: “ESPORTIVO”:
    http://mais.uol.com.br/view/t2pjn3videvl/perrella-e-heranca-de-aecio-neves-diz-juca-kfouri-04024E18366AE0B91326

  7. Gilson Lima voc est a servio do PT. Aqui todos somos antigos e experientes. No usamos argumentos NAZI-FASCISTAS. Eleio ganha-se nas urnas; isso JOGO SUJO E NO VALE PARA NINGUM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.