Bolsonaro precisa agradecer ao Supremo, que está bloqueando 5 pedidos de impeachment

Imagem

Charge do Laerte (Folha de S.Paulo)

Carlos Newton

País da piada pronta, a política do Brasil é como um circo que está sempre surpreendendo o respeitável público. Desde o início do governo, por exemplo, a mídia e as redes sociais alardeiam que o presidente Jair Bolsonaro e os filhos odeiam o Supremo Tribunal Federal e sonham em fechar aquela casa de tolerância, especialmente depois que as leis foram “adaptadas” para permitir a libertação de Lula e sua volta à política.

Na verdade, o STF deveria ser respeitado e até venerado pela família Bolsonaro, pois é justamente a tolerância daquela casa da mulher de olhos vendados que está mantendo o presidente no poder. Se a Justiça realmente funcionasse e fosse opositora de Bolsonaro, já teria pedido o impeachment dele há muito tempo.

NÃO FALTAM MOTIVOS – Enquanto o volumoso deputado Arthur Lira (aquele presidente da Câmara que não pode substituir o presidente por ser réu em processo criminal) continua se equilibrando sobre 126 pedidos de impeachment, os ministros do Supremo seguram os outros cinco inquéritos que já foram abertos.

O curioso é que a mídia e as redes sociais dizem que o maior inimigo da família Bolsonaro seria o ministro Alexandre de Moraes, que relata três inquéritos que redundariam direto em impeachment – fake news, atos antidemocráticos e interferência na Polícia Federal.

E o que fez Moraes, o amigo de Michel Temer (aquele que comandava o quadrilhão do MDB e até chegou a ser preso)? Bem, o luzidio ministro imitou Rodrigo Maia e Arthur Maia, pois está sentado sobre essas investigações.   

VAI PRORROGANDO – Sempre culpando a leniência do procurador-geral Augusto Aras, o relator Alexandre de Moraes vai prorrogando os inquéritos. Chegou a extinguir um deles (atos antipatrióticos), transferindo as provas para o mais antigo (fake news), porque ambos levam ao Gabinete do Ódio, comandando no Planalto por Carlos Bolsonaro, o filho Zero Dois. A fusão dos inquéritos foi um belo jeito de misturar e retardar as quelônicas investigações.

E agora Morae prorrogou por mais 90 dias o inquérito que apura se Bolsonaro interferiu na Polícia Federal, fato público e notório, que todo mundo sabe que aconteceu. A desculpa é estar aguardando o depoimento de Bolsonaro, algo que jamais ocorrerá, porque o presidente simplesmente não vai depor.

CÁRMEN E ROSA – O quarto inquérito contra Bolsonaro está com Cármen Lúcia. Foi aberto para apurar o que todo mundo já sabe – o presidente mandou que a Agência Brasileira de Inteligência e a Polícia Federal blindassem seu filho Flávio Bolsonaro, o Zero Um.

Não é necessário investigar nada, porque a advogada Luciana Pires, que defende Flávio, confessou ter participado da reunião no Planalto e  recebido as sugestões da Abin. Mas a investigação não avança, está tudo dominado.

Resta o quinto inquérito que também poderia detonar Bolsonaro, sobre prevaricação na pandemia, relatado por Rosa Weber. As testemunhas já depuseram, a CPI apurou todos os fatos e tem as provas materiais, o presidente Bolsonaro prevaricou, porque não mandou apurar nada. É tudo público e notório, mas as investigações não andam, já que a Polícia Federal está nas mãos do Planalto. Mas quem se interessa?

###
P.S.
1 – Neste país do faz de conta, Bolsonaro devia agradecer ao Supremo a tolerância que demonstra em relação a seus malfeitos. Como ele não agradece, mostra que é terrivelmente ingrato.

P.S. 2Já ia esquecendo. Rosa Weber também é relatora do inquérito contra o ministro Kassio Nunes, que fraudou o próprio currículo para chegar ao Supremo. Mas a investigação não anda. Da mesma forma, também não será investigado o currículo fajuto de André Mendonça, que andou pela mesma universidade de Salamanca supostamente frequentada por Kassio Nunes. Assim, pode-se dizer que o Supremo agora está cheio de salamaleques, como se dizia antigamente. (C.N.)   

4 thoughts on “Bolsonaro precisa agradecer ao Supremo, que está bloqueando 5 pedidos de impeachment

    • Exato, Antonio. Eu estava muito cansado e não percebi a bagunça. Editar o Blog sozinho é um pauleira, tipo mito de Sisifo.

      Já consertei, amigo. E pare de escrever em maiusculas. Aqui ninguém precisa GRITAR!!!!!

      Cn

  1. 1- a edição do artigo incluiu notas diversas sem organização.

    2- “Quem tem **, tem medo”. O STF (escritório de advocacia do sistema do crime organizado) sabe que não existem crimes de “fake news” e “atos antidemocráticos”; se avançar o sinal para golpear o Presidente uma legião de motoqueiros, caminhoneiros, ciclistas, agricultores, enfim, todos aqueles que produzem riquezas, marcharão rumo a Brasilia, para “incendiar” a bagaça (fechar tudo), pois “todo o poder emana do povo”.

  2. Bolsonaro está alcançando seu propósito, ou seja, fazer um governo tipo petista, com arrogância, incompetência, e por último, a roubalheira.

    Está metendo os.militares numa canoa furada, e muitos ainda não perceberam que estão sendo usados pelo ex capitão que de política não entende nem o que é respeitar o próprio país. Vai ser burro assim em Cuba.

    Parece um comunista burro que quer aparentar ser capitalista sem capital, e se não sabe administrar nem com sobras de recursos em alguns, ainda mais quando falta.

    Má sorte a do povo brasileiro, que depois de Getúlio Vargas e Jango, só apareceram salafrarios, alguns menos ruins, mas desde Sarney até Bolsonaro não houve exceção, sem contar da cagada de JK em levar a capital para Brasília e arreganhar as portas da corrupção para os bandos que ocupam rotineiramente o Planalto.

    Brasil chegou ao ponto de um presidente não se importar com as mortes do seu povo, e nem um hospital visitar durante mais de um ano e meio de pandemia.

    Impchment para isso que está aí é muito pouco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *