Bolsonaro promete ao produtor rural menos multas, mais armas e derrubada da emenda contra trabalho escravo

Ao lado da ministra da Agricultura Tereza Cristina, Bolsonaro defendeu as ações de seu governo | TV Brasil/Reprodução

Ao lado da ministra, Bolsonaro faz promessas aos fazendeiros

Deu no Correio Braziliense
Agência Estado

O presidente Jair Bolsonaro fez acenos aos produtores rurais neste sábado (1º/5) com menos multas e mais armas no campo, além da derrubada da emenda constitucional que permite a expropriação de propriedades autuadas por trabalho escravo.

Na abertura da ExpoZebu 2021, o presidente elogiou os produtores rurais que continuaram produzindo durante a crise e listou uma série de medidas tomadas pelo seu governo para o setor. “O homem do campo é um forte e não parou na pandemia, continuou na vanguarda da economia”, afirmou.

TRABALHO ESCRAVO – Bolsonaro prometeu rever a emenda constitucional nº 81 que, segundo ele, colocaria em risco a propriedade privada. A emenda, aprovada em 2014, possibilita a expropriação de terras onde for encontrado trabalho escravo ou a plantação de drogas.

“Devemos rever a emenda 81, que tornou vulnerável a questão da propriedade privada. Essa emenda ainda não foi regulamentada e com certeza não será no nosso governo”, completou.

O presidente disse, ainda, que a quantidade de multas do Ibama e o ICMBio caíram bastante no seu governo. “Preferimos aconselhamento e observações, e somente em último caso a ‘multagem’, o que trouxe mais tranquilidade para o produtor rural”, acrescentou.

PORTE DE ARMA – Ele citou a medida que estendeu o porte de armas para o trabalhador rural em toda a propriedade, e não apenas na residência. No discurso, elencou ainda investimentos em rodovias e ferrovias para escoar produção do campo.

Bolsonaro também confirmou que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), colocará a regularização fundiária em pauta nas próximas semanas. “O homem do campo preserva o meio ambiente e seu local de trabalho e nos ajudará a combater ilícitos”, concluiu.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, também cumprimentou os agricultores e pecuaristas pelo Dia do Trabalho. “Nessa pandemia, eles trabalharam sem parar, na primeira e na segunda onda. Os produtores não deixaram de colocar o abastecimento farto na mesa dos brasileiros”, completou.

11 thoughts on “Bolsonaro promete ao produtor rural menos multas, mais armas e derrubada da emenda contra trabalho escravo

  1. Há alguma vaga sobrando no Instituto psiquiatrico Philippe Pinel? Parece que há gente necessitando urgentemente de hospitalização.

  2. A política do Brasil precisa pensar grande para realizar o grande feito político, típico de Estadistas, que o povo brasileiro está esperando da classe política há trocentos anos. PEPE ESCOBAR TEM RAZÃO, os norte-americanos são inteligentes, não são bobos, não brincam em serviço, e, tanto quanto China e Rússia nos espionam diuturnamente, e até por isso, como já disse o próprio Obama, eles sentem ojeriza e querem distância de candidaturas continuístas da mesmice, personalistas, populistas, egocêntricas, narcisas, bravateiras, sofistas, superadas, do tipo Lula, Bolsonaro, Ciro Gomes, Dória e o resto da turma do mais dos me$mo$, impostos pela ditadura partidária do sistema apodrecido, cheios de blá-blá-blá, gogó e trololó, porém vazios de borogodó, ou seja, vazios de soluções inovadoras interessantes não só para o Brasil mas tb para os EUA, que possam ajudar não só o Brasil a se reinventar mas tb os EUA, face à reinvenção bem-sucedida da China, novo bicho-papão do mundo, conforme as suas próprias características e realidade, que acabou revelando a decadência explícita e ineficiência das pseudas democracias norte-americana e pior ainda o arremedo de democracia brasileira que, infeliz e desgraçadamente, consegue ser ainda pior, mais bagunçada e mais vulnerável ao assédio e penetração de picareta$, psicopata$ e afin$, do que a norte-americana, ou seja, bem como mais ditatorial e mais ineficiente, daí o grande interesse dos EUA pelo Brasil, conforme revelado pelo próprio Obama até em entrevista ao Pedro Bial, na qual restou patente tal interesse, muito provavelmente face à pegada visionária da Democracia Direta com Meritocracia, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, a reinvenção do Brasil e da nossa Democracia, que encarna a Terceira a Via de Verdade, tal seja o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação, a nova política e o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, no qual tanto os EUA, quanto a Rússia e China estão super interessados em ver como funcionaria na prática a grande novidade política mundial e, por isso , dispostos a ajudar, ainda que o Novo de Verdade possa projetar o Brasil na vanguarda democrática do mundo civilizado, que poderá ser a solução ideal para o Brasil e o mundo inteiro para acabarmos com as guerras desnecessárias, domésticas. regionais e mundiais. https://www.brasil247.com/mundo/lula-nao-e-o-personagem-que-os-americanos-querem-para-o-brasil-diz-pepe-escobar?fbclid=IwAR2pTZGjQLZTtbKauf2P997YxOyYAA2xRmmXaqi3FPWMgHOitOSAR1zz960

  3. Oficiais (como ex-) militares tal como grande parcela da classe empresarial são a favores da escravidão.
    O que tem que acontecer com gente assim(???) No mínimo ser estripado

  4. jair messias bolsonaro, o GENOCIDA, não surpreende NINGUÉM. Ninguém foi ENGANADO. Há mais de 30 anos enaltece a tortura. Seus filhos vestem camisa com o nome do torturador-mor estampado em letras garrafais.

    Ele e sua familícia são criminosos perversos e boçais.

    Quem, com um mínimo de discernimento, votou nesses criminosos – votou por IDENTIFICAÇÃO. A “Sombra” falou mais alto.

    Discutir com um bolsonarista que se diz “traído”?! – Seria tolice de minha parte; deixar que minha própria “Sombra” entrasse na mesma frequência de todos esses perversos boçais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *