Ciro chama Bolsonaro de “genocida” e “boçal” e diz que Brasil chegou ao fundo do poço

Ciro lembrou que o País voltou a debater costumes democráticos

Deu no Correio Braziliense

O ex-ministro da Fazenda Ciro Gomes avaliou há pouco que o Brasil chegou ao “fundo do poço” durante o governo de Jair Bolsonaro, depois de mais de 20 anos de governos que, segundo ele, se venderam como “progressistas”. Ciro também chamou o presidente de “genocida” e “boçal”, e lembrou que o País voltou a debater costumes democráticos, algo que ele pensava que não seria mais discutido.

“Elegemos seis vezes discursos tidos como social-democrata, progressista, que formam a imagem do ideário europeu. Fracassamos e hoje chegamos ao fundo do poço”, disse durante o painel “Desafios do Brasil”, do Brazil Conference at Havard & MIT, evento organizado pela comunidade de estudantes brasileiros de Boston (EUA), em parceria com o Estadão.

OUTROS NOMES – Outros nomes considerados possíveis presidenciáveis também participaram do painel, como o apresentador de televisão Luciano Huck; o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB); o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Para Gomes, sem estabelecer um método, o Brasil não vai achar um caminho de saída para a sua reconstrução depois da pandemia. Na avaliação do ex-ministro, falta um projeto ao País. Ele lembrou que entre 1945 e 1980, o Produto Interno Bruto (PIB) doméstico cresceu em média 6,34% ao ano. E que dos anos 80 para cá, essa média caiu para algo em torno de 2% entre 1980 e 2010, ainda que tenha havido alguns “voos de galinha” em alguns dos anos.

ESTAGNAÇÃO – “O problema é que entre 2010 e 2020, o Brasil parou de crescer”, afirmou. Nesse período, os presidentes foram dos mais diferentes contextos ideológicos, o que deixa claro, na percepção de Ciro, de que o problema do País é de concepção estratégica.

Ele citou que mais de metade da população foi empurrada para a informalidade e que o País tem hoje o maior desemprego da história, com a seguridade social se precarizando. “O Brasil tem um déficit anualizado de R$ 900 bilhões e a dívida galopa para 90% do PIB pela primeira vez na história”, disse ele, citando também perdas na Bolsa de Valores. “Todo mundo está perdendo. É preciso ter novas alternativas e com novo métodos.”

23 thoughts on “Ciro chama Bolsonaro de “genocida” e “boçal” e diz que Brasil chegou ao fundo do poço

  1. Uééé….Mas este não era o plano quando abriu-se mão da industrialização do país?!!!
    Já escrevi aqui a tempo atrás; o Japão que é um país de Quarta geração industrial, não abre mão de sua Industria Naval e hoje ela não impacta o PIB japonês, mas é a terceira ou quarta do mundo e enquanto isso, os governos petistas investiram pesado na retomada da construção naval/offshore e hoje os estaleiros estão todos “às moscas”.
    PS: Sociedade “COVARDE” pois depois de municípios, estados, e famílias fazerem esforço para formar soldadores, montadores, etc, os mesmos são motoristas de aplicativo ou ciclista de entrega diversas.
    PS2: Não chegamos ao fundo do poço não, pois ainda vamos ficar abaixo da Venezuela, Siria ou que tais.

  2. “O presidente Jair Bolsonaro disse que quem votar no ex-presidiário Lula em 2022 “merece sofrer”.

    Será que conseguiremos sofrer mais do que estamos?

    Seu Jair bebe ou toma?

  3. Já declarei diversas vezes aqui que meu candidato é CIRO. Inteligente, dinâmico, arrojado, HONESTO, corajoso já provou diversas vezes ser um excelente estadista. Não julgo as pessoas pelo que elas dizem mas, sim, pelo que elas fazem. Meu candidato tem dado inúmeros exemplos de que faz um excelente trabalho. Já Boçalnaro faz uma besteira atrás da outra. Lula não é flor que se cheire e abriu as portas do país à bandalheira. Mas o Boçal é tão pior que o Lula que, num provável segundo turno entre o Boçal e o Lula, não tenham a menor dúvida, VOTAREI NO LULA.

    • Ao contrário do Bolsonaro que sempre afirmou que não entendia de nada, (exceto de saúde e medicina em geral), Ciro afirma que entende de tudo! Desde como controlar as queimadas, o preço do bujão de gás, alagamento do Tietê, capação de grilo, e outros assuntos correlatos.

  4. Ciro é o Ciro. Coroné Ciro Gomes ou Cangaciro como conhecem, enquanto ele tiver uma língua dentro da boca, não precisamos nos preocupar. Nem o PT o aguentou.

  5. Cara, não diz bobagem, és péssimo analista e torcedor.

    Quem recheou o Planalto de militares mais 6 mil,e deu aumento substâncial,em detrimento dos demais servidores, foi o Bolsonero que VC votou está arrependido.

    Ainda tem a desfaçatez de chamar Ciro de corone’…
    Fala sério….

    Em relação ao 51 ladrão,nas eleições passadas,ele 51 investiu contra Ciro,comprou todo mundo..
    Por,uma única razão,ele 51 não quer perder o protagonismo da oposição..

    Ah,51 esqueceu do companheiro Haddad.
    2022, não será diferente,51 vai jogar pesado a estilo Maluf..

  6. Muito bom o debate entre as pessoas citadas. Foram discutidas algumas coisas que precisam ser amadurecidas.

    Penso que um projeto nacional de desenvolvimento realista e convergente, como propõe Ciro Gomes, é a melhor alternativa. Tira o caráter personalista e danoso das discussões.

  7. O evento “Brazil Conference” foi um fiasco de audiência, contando com o triplo de dislikes em relação ao número de likes nas redes sociais. Isso porque foi um evento virtual, imagina esse pessoal nas ruas? Não conseguirão nem andar com “tanta popularidade!” Kkk…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *