Como ocorre no Brasil, os super-ricos dos EUA não pagam quase nada de imposto de renda

Jeff Bezos, Warren Buffet e Elon Musk

Site vasculhou as declarações de Bezos, Buffet e Musk

Deu na BBC

Detalhes que alegam revelar quão pouco imposto de renda pagam os bilionários americanos vazaram para um site de notícias. O site ProPublica afirma ter visto as declarações de impostos de algumas das pessoas mais ricas do mundo, incluindo Jeff Bezos, Elon Musk e Warren Buffett.

Alega que Bezos, da Amazon, não pagou impostos em 2007 e 2011, enquanto Musk, da Tesla, não pagou nada em 2018. Uma porta-voz da Casa Branca chamou o vazamento de “ilegal”, e o FBI e as autoridades fiscais estão investigando.

TESOURO DE DADOS – O ProPublica disse que está analisando o que chama de “vasto tesouro de dados da Receita Federal” sobre os impostos dos bilionários e que divulgará mais detalhes nas próximas semanas.

Embora a BBC não tenha conseguido confirmar as alegações, o alegado vazamento ocorre em um momento de crescente debate sobre o valor dos impostos pagos pelos ricos e a crescente desigualdade. O ProPublica disse que os 25 americanos mais ricos pagam menos impostos – uma média de 15,8% da renda bruta ajustada – do que a maioria dos trabalhadores americanos tradicionais.

Jesse Eisinger, repórter sênior e editor da ProPublica, disse ao Programa Hoje: “Ficamos muito surpresos que você pudesse baixar [os impostos] a zero se fosse um multimilionário. Na verdade, pagar zero em impostos realmente nos deixava no chão. Pessoas ultrarricas podem contornar o sistema de uma forma totalmente legal.”

BRECHAS NO SISTEMA – “Os ricos têm uma capacidade enorme de encontrar deduções, encontrar créditos e explorar brechas no sistema”, disse ele. Portanto, embora o valor da riqueza cresça enormemente por meio da propriedade de ações de sua empresa, isso não é registrado como receita.

Porém, há mais do que isso, disse ele: “Eles também fazem deduções fiscais agressivas, muitas vezes porque pediram dinheiro emprestado para financiar seu estilo de vida.”

Ele disse que os bilionários americanos compram um ativo, constroem um ou herdam uma fortuna e, então, tomam emprestado contra sua riqueza. Assim, porque eles não realizam nenhum ganho ou vendem qualquer ação, eles não estão recebendo nenhuma receita, que possa ser tributada.

DEDUZEM TUDO – “Eles então pegam emprestado de um banco a uma taxa de juros relativamente baixa, vivem disso e podem usar as despesas com juros como dedução de suas receitas”, disse ele.

O site disse que “usando estratégias tributárias perfeitamente legais, muitos dos super-ricos são capazes de reduzir suas contas de impostos federais a nada ou quase a isso”, mesmo que sua riqueza tenha disparado nos últimos anos.

Os ricos, como acontece com muitos cidadãos comuns, podem reduzir suas contas de imposto de renda por meio de coisas como doações de caridade e retirando dinheiro da receita de investimentos em vez da receita de salários.

MENOS IMPOSTOS – O site ProPublica, usando dados coletados pela revista Forbes, disse que a riqueza dos 25 americanos mais ricos coletivamente aumentou US$ 401 bilhões de 2014 a 2018 – mas eles pagaram US$ 13,6 bilhões em imposto de renda ao longo desses anos.

O presidente Joe Biden prometeu aumentar os impostos sobre os americanos mais ricos para melhorar a igualdade e arrecadar dinheiro para seu enorme programa de investimento em infraestrutura.

Ele quer aumentar a alíquota máxima do imposto, dobrar o imposto sobre o que aqueles que ganham com altos investimentos e alterar o imposto sobre herança. No entanto, a análise da ProPublica concluiu: “Enquanto alguns americanos ricos, como administradores de fundos de hedge, pagariam mais impostos sob as atuais propostas do governo Biden, a grande maioria dos 25 principais veria pouca mudança.”

DIZ SOROS – Um dos bilionários mencionados, o filantropo George Soros, também teria pago impostos mínimos. Seu escritório não respondeu a um pedido de comentários da BBC, mas disse em um comunicado à ProPublica que Soros não devia impostos há alguns anos por causa de perdas em investimentos.

A declaração também apontou que ele há muito apóia impostos mais altos para as pessoas mais ricas da América.

De acordo com relatos nos Estados Unidos, Michael Bloomberg, ex-prefeito de Nova York cujos detalhes fiscais estavam entre os documentos, disse que a divulgação levantava questões de privacidade e que ele usaria “meios legais” para descobrir a fonte do vazamento.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Se lá na matriz USA é assim, apesar de sonegação dar cadeia, como nos casos do gangster Al Capone e do ator Wesley Snipes, imaginem como funciona a coisa aqui na filial Brazil, onde ministro do Supremo é apanhado em sonegação e dá ordens para a Receita esquecer o assunto… Ah, Brasil! (C.N.)

2 thoughts on “Como ocorre no Brasil, os super-ricos dos EUA não pagam quase nada de imposto de renda

  1. Por isso o Estado tem que ir direto nos bens da herança.
    E tornar a legislação blindada, ou cercá-la, a fim de evitar jeitinhos como empregados por empresários e famosos brasileiros, por exemplo, que compram jatinho, helicóptero e lancha e registram nos EUA em nome de suas empresas ou terceiros… mas o tempo todo ficam taxiados em solo brasileiro…
    Aliás, se vive mais aqui do que lá, o Estado tinha é que criar imposto do tipo IPVA…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *