PT terá que substituir Padilha em São Paulo

Pedro do Coutto

Seja qual for o desenvolvimento ou o desfecho do problema político envolvendo o ex-ministro Alexandre Padilha, episódio revelado pela revista Veja e pelos jornais O Globo, Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo durante a semana que se encera, a candidatura do ex-titular da Saúde ao governo de São Paulo tornou-se insustentável. Principalmente em face de sua própria resposta que geraram matérias de Marina Dias e Filipe Coutinho, todos estes textos publicados na Folha de São Paulo de sábado, 26 de abril.
A resposta de Alexandre Padilha não alcançou o mesmo tom das acusações, inclusive usou ele uma expressão contida nos Dez Mandamentos (usaram seu nome em vão) inadequada para o contexto no qual foi colocada. Mas sem entrar no mérito da questão,  o fato ocorrido causou um desgaste eleitoral – mais um – para o PT, refletindo-se diretamente na candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição. Porquê isso?
Simplesmente porque São Paulo concentra 22% do eleitorado brasileiro. Um provável recuo nessa base reflete intensamente no quadro geral. Muito sensível, portanto. Sobretudo tem que se levar em conta que o segundo colégio eleitoral em matéria de votos é Minas Gerais e o terceiro o Rio de Janeiro. Os três – São Paulo, Minas e Rio – representam  pouco mais de 50% dos votantes. Minas Gerais constitui, sem dúvida, um obstáculo para Dilma e no Rio de Janeiro a confusão é geral.
Não apenas em função do grande número de candidatos, mas porque, no final das contas, hoje, não se sabe quem vota em quem. Ora o governador Fernando Pezão é quem apoia a presidente da República, ora é o senador Lindbergh Farias, ora é o senador Marcelo Crivella. O ex-governador Sérgio Cabral está com Dilma. Porém o presidente do PMDB fluminense, ex-deputado Jorge Piciani, anunciou aos jornais que comanda a abertura de uma dissidência em favor do senador Aécio neves. A confusão é geral.ONFUS
CONFUSÃO GENERALIZADA
Agravando o panorama do Rio de Janeiro, são candidatos ao governo, além de Pezão, que aparece pouco nas pesquisas, Anthony Garotinho, Marcelo Crivela, Lindbergh Farias, os principais nomes entre outros. Para o Senado, ainda não se sabe se Francisco Dornelles disputará a recondução contra Sérgio Cabral. Como se vê a confusão é generalizada. Mas esta é outra questão, em relação à qual Dilma não pode interferir. Mas pode (e deve) interferir em São Paulo, ponto estratégico vital para sua campanha.
Todos estes são problemas, além do desgaste no Paraná, outra unidade expressiva em matéria de votos por causa das ações vergonhosas desencadeadas pelo deputado André Vargas e pelo doleiro Alberto Youssef. O desastre político, administrativo, eleitoral, causado pela dupla não tem fronteiras. Vai do Brasil a Pasadena, no Texas, Estados Unidos, onde aconteceram surpreendentes pagamentos. Enormes, acrescente-se.

17 thoughts on “PT terá que substituir Padilha em São Paulo

  1. Li em um blog petista/governista artigo do governador Tarso Genro declarando que a Esquerda está perdendo… bem disse a então senadora Lúcia Helena: “O PT trocou de lado”… hoje ficam apenas os minúsculos PCB, PCO, PSTU… saudosos de um tempo de sonhos que os governos Lula/Dilma ajudaram a sepultar… certo professor aposentado da UnB, fundador do PT em Brasília me disse, ainda no primeiro governo Lula: “O PT jogou fora 60 anos de luta da esquerda brasileira”… Brizola estava certo !!!

  2. A partir do momento que notícias sobre escândalos políticos ou de ministros e parlamentares corruptos, incompetentes e incapazes não causam mais surpresas é porque se tornou rotina na administração petista, porém, lamentavelmente o povo deixando de considerá-las importantes para modificar seus candidatos em futuras eleições.
    Os desvios de verbas e a desonestidade como características de quem assume o poder se tornaram comum, considerando a impunidade que gozam mesmo flagrados cometendo seus crimes contra o País e população.
    No entanto, o PT foi muito hábil e eficiente ao angariar milhões de eleitores com o bolsa família, que significam permissão para seus desmandos e descalabros em nome desse povo que contraditoriamente os petistas alegam defender, que são os excluídos, no seu jargão conhecido.
    A falta de entendimento adequado sobre tal benefício e a facilidade de obtê-lo sem a necessidade de trabalhar ou estudar ou de se aprimorar profissionalmente, condenaram milhões de pessoas à miséria e ao analfabetismo, vivendo tão somente à espera do alimento a cada mês, sem qualquer esperança de progresso pessoal e familiar.
    Nesta condição, o povo não se importa com os acontecimentos deploráveis gerados pela equipe do governo ou de parlamentares do PT ou da base aliada, pois ele tem o básico, restando aos cidadãos conscientes e dotados de senso crítico a exposição desses fatos e tentarem alertar os demais sobre a maneira prejudicial como estamos sendo conduzidos ao longo de doze anos que, a continuar a mesma gestão petista, não teremos futuro para o Brasil e seu povo, salvo para os parlamentares e equipe governamental, claro.
    Quantos partidários petistas já se envolveram em atos ilícitos desde que esta sigla assumiu o poder?
    Quantos que ainda não foram descobertos?
    Quantos que ainda ficaremos sabendo se continuar esse partido na presidência da República?
    Basta!
    O PT já nos deu muitos prejuízos de ordem moral e material; falta de desenvolvimento e insegurança; analfabetismo e falta de infraestrutura; descaso com a Saúde e saneamento básico.
    Considerando esse crápula do Padilha e o canalha do Berzoini, Saúde e Previdência, respectivamente, temos à disposição o jeito petista de “valorizar” o doente e o aposentado:
    O primeiro suprimindo leitos em hospitais e desviando verbas e, o segundo, mandando os idosos para as filas se cadastrarem porque o ex-ministro não sabia como desempenhar as suas funções sem usar de violência contra os velhos que ganham trocados com suas aposentadorias definidas pelos próprios petistas.
    Certamente na semana que vem teremos outro membro do PT envolvido em falcatruas ou íntimo amigo de bandido!

    • Caro Bendl, acertou em cheio quando diz que o pt “foi eficiente e hábil em angariar os milhões dos bolsas-famílias.
      Coisa que o outro partidão-corrupto quando estava no poder não conseguiu fazer, deixando a patuléia a ver navios em 8 anos de desmandos, desgoverno e muito lamaçal de corrupção.
      E esse é um dos grandes problmas da falida e carcomida pseuda-oposição tem pela frente. e pelo visto sem solução, porque a grande maioria do povo ‘bolsa” vota nela.
      abçs

      • Grande Schllos, enviarei os textos para os arquivos e depois vejo com mais tempo e calma…
        Em tempo: Não sabemos mais o que comemos e tomamos todos os dias, mas com certeza não é nada saúdavel.
        Conheço uma enfermeira , e outro dia estávamos comentando sobre isso, acho que as doenças que estão ‘exterminando’ o povão está na “comida”. creio eu.
        Ela estava trabalhando em um hospital de câncer, que fica no Metrô São Joaquim S~]ao Paulo, cuidando de dois pacientes em estado terminal, e a ala toda em que trabalhava “lotada” de pacientes com câncer.
        Disse para ela, fale com os médicos em curiosidade o do porquê de tanto aumento de pessoas doentes dessa doença, e o médico disse o que eu pensava.
        Conservantes, pesticidas, corantes, e tudo o que é produtos quimicos que vão nas “comidas” e nós jamais saberemos, tudo em nome do “lucro” e capitalistmo selvagem ……
        Será tempos díficeis daqui para frente…
        abraços.

  3. Pedro do Couto é um jornalista das antigas acima de qualquer suspeita. Entretanto, em seus artigos, quase sempre comenta reportagens veiculadas pela grande imprensa, sempre partindo do pressuposto da veracidade dos seus conteúdos. Traz na cabeça, certamente, o comportamento da dita grande imprensa nos tempos idos em que seu notório conservadorismo não ousava ultrapassar os limites da discussão ideológica. Talvez porque na época não se sentia ameaçada pela ausência de oposição à esquerda com viabilidade eleitoral. Com a perda do executivo federal, de substancial parte do legislativo e de importantes governos estaduais, o conservadorismo vê-se, agora, diante da possibilidade real de perder os governos de S. Paulo, RJ e Minas. Estão DESESPERADOS!! A grande imprensa, que não só pertence à elite conservadora mas também lhe dá voz, perdeu todo e qualquer escrúpulo, na medida em que, sem nenhum pejo, não passou apenas a distorcer os fatos mas passou a mentir desabridamente. Às favas a sua credibilidade! Está em jogo algo muito maior que é o naco de poder do qual sempre foi usufrutuária. Ou alguém ainda acredita no sistema Globo (o da bolinha de papel na careca do Serra, o da sonegação de impostos federais de quase R$1 bilhão, o da edição do debate Lula x Collor, o da fraude do Proconsult, etc, etc, etc), no sistema Fôlha (o dos “carros de reportagem” que serviram à Ditadura, o da ficha falsa da Dilma, etc, etc, etc), no sistema Abril/Veja (o das contas do Lula no exterior, dos contratos de fornecimento de publicações que ninguém lê e de livros didáticos aos governos amigos, etc. etc. etc). Essa eleição presidencial vai ser sanguinária. Por trás está o sistema de partilha do pré-sal, não engolido pelas sete irmãs e seus sabujos que ainda se dizem “brasileiros”. No caso do Padilha, a disputa é o governo paulista. Afinal, estão APAVORADOS que o Lula plante um novo poste justamente na aldeia sacrossanta do conservadorismo nacional. O pai do ex-ministro é fundador de uma ONG séria que vem prestando relevantes serviços à sociedade brasileira há mais de vinte anos! Precisamos estar vacinados contra esse clima de caça às bruxas que se quer instalar no país. A corrupção sempre existiu e sempre existirá em qualquer ambiente frenquentado por homens. Os petistas não podem ser trucidados da forma como estão tentando fazer pelos mesmos vestais que não só não trucidaram os tucanos como participaram do grande banquete preparado por estes. Em resumo, alguns petistas e outros condôminos do poder (pmdbistas à frente) vêm, sem sombra de dúvidas, patrocinando mal feitos, mas, certamente os seus mal feitos podem ser comparados a roubo de galinha em face dos patrocinados pelos festejados tucanos (privataria, PROER, BANESTADO, Alstom, Daniel Dantas, etc, etc, etc). Segundo o Lula, os petistas estão sendo vítimas desta campanha não pelos mal feitos que vêm patrocinando mas sobretudo pelos bem feitos que vêm realizando, o que vem deixando a oposição conservadora cada vez mais distante das delícias do poder. Fiquemos espertos!
    ET: por que o Dirceu está preso em regime fechado se foi condenado, sem provas, diga-se de passagem, a regime semi aberto enquanto o Maluf, com todas as provas, procurado pela Interpol por mal feitos patrocinados dentro do Brasil, está solto? E o Daniel Dantas, condenado por vários crimes foi contemplado com dois HC’s exarados pelo “notório” Ministro Gilmar Mendes? E o FHC, que deveria ter sido processado, julgado e condenado pelos crimes de lesa à Pátria que cometeu e está solto por aí a dar palestras?
    Acorda Brasil!

    Paulo Sergio

  4. DE FATO, O PSDB E SEU ALAIDO DEM NUCA MUDARAM LADO: segue modesta e incompleta relação de desvios de dinheiro público, ineficiência e corrupção para se indignar e denunciar nas redes sociais: afundamento da plataforma marítima nº 36 que resultou na morte de onze trabalhadores (quanto valem essas vidas? 9 corpos ainda estão no fundo mar) danos ambientais e prejuízos materiais de mais de 4 bilhões de reais, mensalão tucano, inclusive assassinato da modelo que sabia demais,,Lista de Furnas (segundo a “Lista”, o grosso do dinheiro do PSDB foi para três candidatos, que disputavam os três cargos mais importantes do esquema eleitoral tucano em 2002: JOSÉ SERRA, que pleiteava a Presidência, GERALDO ALCKMIN, candidato a governador de São Paulo, e AÉCIO NEVES, que concorreu ao governo de Minas. Os três, conforme a “Lista”, teriam ficado com mais da metade do dinheiro do esquema de Furnas. Os demais 153 políticos que constam na “Lista” teriam dividido os 45,4% que restaram. A autenticidade da lista já foi confirmada pela Polícia Federal. E não se esqueça da privataria, precedida de sucateamento das estatais, principalmente da Vale, que foi vendida por um décimo do que valia, (CADÊ O DINHEIRO DAS PRIVATIZAÇÕES????); helicóptero com meia tonelada de cocaína, propinoduto paulista e Siemens-Alstom, Pasta Rosa, Conta “Marília” na Suíça para movimentação das propinas pagas aos tucanos, Projeto Sivam, , Carlinhos Cachoeira/Demostenes/Delta, senador viajando e carona no jatinho do doleiro, Mensalinho do DEM com mais de 100 indiciados, etc., etc..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *