Jair Bolsonaro anuncia um estudo para dispensar o uso de máscaras, mas era “fake news”

JairBolsonaro-AguasBrasieliras-Mascara-Covid19-Dia InternacionalDasAguas-MascaraPersonalizada-22Mar2021

Bolsonaro não enxerga a importância do uso da máscara

Lauro Jardim
O Globo

O presidente Jair Bolsonaro lançou no início da noite, numa cerimônia no Palácio do Planalto, mais um factoide. Disse que havia conversado com Marcelo Queiroga para que o ministro da Saúde fizesse um “parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que estejam vacinados ou que já foram contaminados. Para tirar esse símbolo, que obviamente tem a sua utilidade para quem está infectado”.

A medida de abandonar o uso de máscaras seria obviamente insana. Bolsonaro quis fazer barulho — e, bem ao seu estilo, um barulho de mau gosto.

OUTRA VERSÃO – Oficialmente, o Ministério da Saúde informa outra coisa: o ministro Marcelo Queiroga fará, a pedido de Bolsonaro, um estudo para que se defina a partir de qual percentual da população brasileira já vacinada com a segunda dose as máscaras poderiam não ser mais um item de uso obrigatório.

Na segunda quinzena de maio, o estado de Nova York dispensou o uso de máscaras. Naquele momento, a maioria dos habitantes locais estava vacinada: 62% dos adultos tomaram pelo menos uma dose da vacina e 52% tomaram as duas doses. No Brasil, apenas 11% foram vacinados com duas doses.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
A declaração do presidente da República é altamente irresponsável. Imagina-se o elevado número de adoradores de Bolsonaro que ouvem um disparate desses e imediatamente jogam fora as máscaras. Faz lembrar a célebre cena de Edir Macedo no Maracanã, mandando as pessoas jogarem os óculos fora, porque estariam curadas. O gramado ficou repleto de óculos abandonados, com a multidão pisando em cima, conforme o programa Documento Especial, da TV Manchete, filmou magistralmente. É a isso que se chama de charlatanismo. Mas aqui no Brasil não acontece nada, não há punição para esse crime, os exploradores da fé se multiplicam como gafanhotos. (C.N.)   

10 thoughts on “Jair Bolsonaro anuncia um estudo para dispensar o uso de máscaras, mas era “fake news”

  1. Segundo a musa da CPI QueroPropina, a infectologista Dra Luana, quem não foi infectado não precisa usar focinheira (máscara). Já o muso da esquerda dos USA, o Dr Fauci, afirmou que a exigência do uso de máscara por pessoas vacinadas ou que tiveram a doença era uma farsa.

    Enquanto isso, os coronaLovers tupiniquins continuam papagaiando “mesmo que você seja uma pessoa saudável ou vacinada use máscara … use máscara”. Fazer o quê? tem besta pra tudo nessa vida.

  2. Bolsonaro é um boçal nato, um completo idiota. O Quedroga não fica atrás. Máscara pode ser um negócio chato de usar mas é parte importante da nossa salvação. Só um débil mental não compreende isso !!!

    • Já está praticamente comprovado pelo próprio Anthony Fauci que foi o Titio Sam quem criou o vírus.

      O laboratório chinês em Wihuan foi criado com financiamento norte-americano.

      O Karai no canal do YouTube Geoforca Brasil do Rubem Gonzalez mostra muito bem sobre isso.

      O máximo que possa acontecer é que tanto o Titio Sam e o governo chinês podem estar juntos nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *