Pesquisa dá empate entre Lula e Bolsonaro, com João Doria liderando o quesito “Rejeição”

José Luiz Datena acalmou fãs após passar por procedimento no coração

Na pesquisa patrocinada pelo PSL, Datena fica em terceiro

Deu no iG Último Segundo

Um levantamento do instituto Paraná Pesquisas – e contratado pelo PSL – indicou que Luis Inácio Lula da Silva e  Jair Bolsonaro estão tecnicamente empatados nos dois turnos das eleições presidenciais de 2022. Em um provável segundo turno entre os candidatos, o petista levaria a melhor por 0,2% dos votos válidos. Ou seja, empate técnico.

O intuito da pesquisa seria testar o nome do apresentador de TV, José Luiz Datena , que se encontrava filiado ao MDB até abril deste ano, como um possível presidenciável. No momento, o comunicador está sem partido.

DATENA EM TERCEIRO – No cenário principal, o atual presidente possui 34,3% das intenções de voto e Lula ocupa a segunda colocação com 32,5%. O nome de Datena obteria 7,5% dos votos e pontuaria mais que Ciro Gomes (PDT), João Doria (PSDB) e Luiz Henrique Mandetta (DEM), que tiveram 5,8%; 3,4% e 3,2% respectivamente. Entre os participantes, 8,6% afirmaram que votariam em branco e 3,6% não souberam responder qual seria seu candidato.

Já no segundo turno, num embate entre Lula e Bolsonaro, o petista levaria a melhor por uma margem apertadíssima. O petista obteve 40,2% das intenções de voto. Já o atual presidente, 40% dos eleitores. Entre os entrevistados, 15,3% votariam em branco e outros 4,4% não souberam responder.

ALTA REJEIÇÃO – Líderes nas pesquisas, Lula e Bolsonaro também figuram entre os candidatos mais rejeitados pelo eleitorado. No total, 50,4% dos entrevistados não votariam de maneira nenhuma em Jair Bolsonaro. Outros 49,7% disseram o mesmo em relação ao candidato do partido dos trabalhadores. O campeão nessa categoria, porém, é o presidenciável tucano João Doria, que obteve 57,2% de rejeição.

A pesquisa realizada pelo instituto Paraná Pesquisas foi realizado – entre os dias 11 e 15 de junho – por meio de abordagens residenciais em 156 municípios de todos os estados e do Distrito Federal – possuindo uma margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

8 thoughts on “Pesquisa dá empate entre Lula e Bolsonaro, com João Doria liderando o quesito “Rejeição”

    • Tem que instigá-los a saírem candidatos, Datena, Dória, Ciro, Leite.., quanto mais deles pelo centro ou pela direita mais eles ajudam enfraquecer o Bolsonaro, caso todos eles juntos consigam tirar pelo menos 10% dos votos do Bolsonaro na reta final já ampliam a vitória do Lula. Tem que por o Daciolo (que só com a sobra dos votos do Bolsonaro surrou até a Marina Silva do REDE) tb no jogo, é votos a menos para Bolsonaro.

  1. Essa elevação abrupta de Lula foi apenas uma ejaculação precoce de um ancião, cujo período refratário Dura dois anos Mole. No terceiro mês do segundo mandato de Bolsonaro; se o eleito não sair da Terceira Via, ele, Lula, terá uma nova subida.
    Num primeiro momento, o povo brasileiro tende a se solidarizar com líderes que foram declarados, “injustiçados”. Mas dependendo da vida pregressa do objeto de piedade coletiva, esse sentimento popular, em forma de compensação, tem efeito efêmero: à medida que os apiedados vão estabelecendo uma relação ônus/bônus ou débito/crédito, embasado no curriculum do avaliado.
    No caso de Luiz Inácio da Silva, o que o deixou na condição de vítima de injustiça, foi a absolvição por parte do STF. De impacto, as pessoas interpretaram assim mesmo! No entanto, ao sentar a poeira, as percepções vão sendo submetidas a um crivo mais racional, e constata-se que nem tudo que parece é, e que nem tudo que é parece!

    • Após o resultado da última eleição presidencial, para muitos politólogos, essa desgraça alcunhada de Bolsonaro, foi parida pelo egocentrismo de Lula; quando ele obstaculou o PT de estabelecer uma aliança com Ciro Gomes.
      E pelo andar da carruagem, o estrelismo de Luiz Inácio petista, mais uma vez pode atrapalhar que o eleitorado escolha uma praga Menos Pior que Jair Messias.

  2. Vc atirou no que viu e acertou o que não viu. Militarismo X Varguismo, é isso que estamos jogando. São as duas repúblicas que ai estão se alternando no poder, agora em estágio de confronto mortal, representadas por seus dois escudeiros remanescente do militarismo e do getulismo. E é ai nessa briga histórica de cachorros grandes que o Leão está metendo a colher de pau dele, por ele tem certeza que pode matar as duas raposas ( a república militarista e a república sindicalista) com um só cajadada, no primeiro turno, com o cajado que atende pelo nome de RPL-PNBC-DD-ME, o projeto novo e alternativo de política e de nação, antissistema, a nova política de verdade, a Terceira Via de Verdade, a Terceira Lâmina, capaz de aprontar o Brasil para os próximos 500 anos, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso .

  3. com João Doria liderando o quesito “Rejeição”

    Mais uma paulada na cabeça do comunopata.
    Com certeza vai chorar no colinho do Poderoso Chefão…..

    eh!eh!eh

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *