Renan acentuou divisão na base do governo

Pedro do Coutto

Decidindo recorrer ao plenário do Supremo – recurso impossível já que a própria ministra Rosa Weber já tomou a iniciativa, o que o senador Renan Calheiros na realidade desejou fazer foi acentuar a existência de uma divisão na base aliada do governo no Congresso Nacional. E como o próprio PT resolveu não recorrer e aceitar a CPI da Petrobrás, Renan tentou, de fato, destacar a importância do PMDB, seu partido, junto a presidente Dilma Rousseff. Não pode ser outra a interpretação, pois se o PT, principal partido do governo admitiu finalmente a Comisso Parlamentar de Inquérito, por qual motivo o PMDB deveria agir em sentido contrário?

A manobra não vai surtir efeito, pois a divisão na base aliada é muito mais profunda do que parece. Há inclusive uma corrente do PT revelando insatisfação com os reflexos políticos do rumo da administração.
Agora mesmo, como O Globo, Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo publicaram em suas edições de sexta-feira, a teia sinistra de corrupção com a participação do doleiro Yousseff estendeu-se até São Paulo, principal colégio eleitoral do país, podendo abalar a candidatura do ex-ministro Alexandre Padilha, lançado por Lula e Dilma ao governo paulista, A crise assim se aprofundou à base talvez da coincidência calcada no fato de um ex-auxiliar de Padilha na pasta da Saúde, da qual era titular, ter passado, depois de ser demitido, a integrar a equipe de Alberto Yousseff e outros sócios do fantasioso Labogen, laboratório que teve seu contrato rescindido depois de duvidosa assinatura. Mas esta é outra questão.
CPI DA PETROBRAS
O essencial desloca-se, neste momento, para o cumprimento da liminar de Rosa Weber e instalar a CPI do Senado, ou então a CPI do Congresso, incluindo representantes da Câmara também. Seja qual for o entendimento final, cabe à presidência do Congresso assumir tal providência. Ocupada neste instante pelo senador Jorge Viana, já que Renan Calheiros encontra-se em Roma para o ritual das solenidades que envolvem a canonização do padre José de Anchieta pelo Papa Francisco. Jorge Viana torna-se assim o responsável pela entrada em campo da CPI, agora coberta com a adesão do PT. Que decidiu também pela renúncia do deputado André Vargas.
Afinal de contas, as ações de André Vargas e Yousseff deixaram no seu rastro uma perplexidade geral no eleitorado e uma desarticulação enorme no sistema de poder do país, além de lançar uma atmosfera de pessimismo sobre o governo. A presidente Dilma Rousseff tem que agir rapidamente. Ela necessita sair da defensiva. É negativo para sua candidatura.

4 thoughts on “Renan acentuou divisão na base do governo

  1. O argutíssimo e experiente Jornalista Sr. PEDRO DO COUTTO viu bem, a Base Aliada, especialmente o PMDB está rachado. O Vice-Presidente Sr. MICHEL TEMER (PMDB -SP) muito sumido, muito apagado, ( aparentemente não ajuda em nada a Presidenta Sra. DILMA ROUSSEFF), o Senador Sr. RENAN CALHEIROS (PMDB-AL) Presidente do Senado, manobra na CPI da compra da Refinaria de Petróleo Pasadena-Texas para valorizar o apoio do PMDB. Todos sentem uma perda de Força Política da Presidenta Sra. DILMA ROUSSEFF, que, como alerta o Sr. PEDRO DO COUTTO, deve sair imediatamente da Defensiva, perder o medo infantil de “tomar uma vaia” aqui ou ali, logo ela que tem tanta coragem demostrada pela sua História de Vida, não importa que equivocada ou não, ( Numa Democracia, até o grande WINSTON CHURCHILL, após enfrentar sozinho por mais de um ano a Alemanha Nazista e o Eixo, após vencer a IIª Guerra Mundial depois com os Aliados, FOI VAIADO muitas vezes, e partir para o ataque, defendendo seu Governo que é baseado na Valorização da Massa Salarial, especialmente o Salário Mínimo, no excelente Plano Habitacional Público Minha Casa minha Vida, pois cada Família que sai de um barraco e vai para um AP/CASA é uma Família que sai da miséria para nunca mais voltar, e na DIGNIDADE NACIONAL vide a resposta que deu aos EUA em função de espionagem em nossos assuntos internos. Para um segundo Mandato, mostrar claramente como equacionar os principais problemas da SEGURANÇA, SAÚDE e EDUCAÇÃO PÚBLICA. Para a Presidenta DILMA, se ela tiver que cair, é melhor que caia de pé.

  2. Onde está o TCU?

    Ora amigo, esse órgão hoje não possui nenhuma credibilidade.

    Hoje é apenas mais um órgao a serviço de, das……..

    TIREM A CONCLUSÃO QUE QUISERES.

  3. A charge do Nani é perfeita.
    Retrata o poder de quem conhece nos mínimos detalhes as entranhas do Congresso Nacional.
    Verdade seja dita, ele seria tão somente mais um parlamentar igual aos demais, se não fosse esse conhecimento amplo de todas as peças da engrenagem que ele comanda. E que engrenagens…
    Depois de toda a celeuma na legislatura passada, conseguiu se eleger novamente por Alagoas e, mais uma vez conduzido à presidência, tal qual um Poderoso Chefão.
    Esse é o seu papel. É o que esperam dele, os que o colocaram na presidência do Senado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *