Sai hoje a lista tríplice do novo Procurador-Geral

Janot enfrenta resistências no Senado

Carlos Newton

Segunda-feira, houve o último debate para a sucessão de Rodrigo Janot no comando do Ministério Público Federal. Ele discutiu as propostas com os subprocuradores-gerais Carlos Frederico Santos, Mario Bonsaglia e Raquel Dodge. Esta q  uarta-feira, a Associação Nacional dos Procuradores da República vai realizar a votação de uma lista tríplice que será encaminhada à presidente Dilma. A escolha, é claro, vai interferir diretamente na condução da Lava-Jato.

Desde 2003, o governo sempre escolhe o mais votado na lista da Associação para comandar o Ministério Público Federal. O nome indicado pela presidente Dilma para a Procuradoria-Geral da República terá que passar por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça e por aprovação no plenário do Senado para serem, depois, nomeados. É aí que mora o perigo. Janot dificilmente será aprovado na sabatina e no plenário. Mostrou subserviência ao Planalto. Toda a bancada do PSDB, por exemplo, está contra ele, por causa do inquérito aberto contra o senador mineiro Antonio Anastasia, sem nenhuma prova consistente. Em compensação, deixou de abrir inquérito contra o petista Delcídio Amaral, que foi diretor da Petrobras e está citado em depoimentos de delatores.

Se a presidente Dilma tiver o mínimo de juízo, escolhe outro nome e se livra de mais esse desgaste no confronto com o Legislativo.

5 thoughts on “Sai hoje a lista tríplice do novo Procurador-Geral

  1. Newton vôcê está repetindo o que Eduardo Cunha disse. Aliás o que fez Eduardo Cunha foi alcaguetar Delcídio. Coisa feia. Disse Eduardo que tinha lido o processo. Não leu nada quem lhe falou foi seu advogado ex-procurador da república Cláudio Fonteles. Possivelmente ele fosse excluido do processo. Acontece que depois chegaram carradas de delações contra ele. Essa turma braba tem que contratar um pistoleiro e mandar matar Janot. Caso contrario vão todos para Papuda. Vai demorar um pouco mas não passa de 2018. Janot será tranquilamente reconduzido ao cargo.

  2. Carlos Newton é um dentre tantos neste espaço que demonstra creditar em moralidade seletiva. Deixa transparecer que a simples troca de um tijolo irá resolver o problema que
    compromete toda a estrutura.
    DEUS noc acuda Aquino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *