Será que algum dia o ex-juiz Moro perdoará o STF pelas indignidades feitas contra ele?

Ex-ministro da Justiça, Sergio Moro

O Brasil deve muito a Moro, mas a força da corrupção fala mais alto

Carlos Newton

É muito citado o pensamento de Tom Jobim, que dizia: “Viver no exterior é bom, mas é uma merda; morar no Brasil é uma merda, mas é bom”. Outra inspiração dele era dizer: “O Brasil gosta de quem fracassa e odeia quem é bem sucedido”. E dava os exemplosdo amado Garrincha e do odiado Pelé.

Essa percepção de Tom se confirma no caso do ex-juiz Sérgio Moro, que enfrentou com desassombro a corrupção política e empresarial do país, tornou-se o magistrado mais importante e homenageado do mundo, mas de repente hoje é desprezado pela maioria dos brasileiros, pois quase não se vê quem o apoie, seja na mídia ou nas redes sociais.

NEM FREUD EXPLICA – O comportamento da opinião pública merece estudo profundo por sociólogos, psicólogos e antropólogos. A omissão, a inércia e a falta de reação contra o verdadeiro complô que se armou contra o ex-juiz federal são inaceitáveis, inexplicáveis e inacreditáveis.

De repente, Moro passou a ser o bandido, enquanto Lula da Silva agora posa de mocinho, diz ser inocente, perseguido político e outras cositas más.     

Além da apatia da opinião, que considerou normais dois recentes julgamentos do Supremo –– um deles, descumprindo leis e regras processuais para anular os processos e condenações contra Lula, e o outro, também completamente fora da lei, para declarar a suspeição do então juiz Sérgio Moro. E ninguém reclama, ninguém diz nada, apenas a Tribuna da Internet mantém essa tocha acesa, para iluminar a crença de que deveriam existir juízes em Brasília. 

SUSPEIÇÕES A VALER – Nesse imbroglio jurídico de cunho político, não faltam suspeições. Mas não se aplicam ao juiz Moro, um servidor concursado e sempre de conduta exemplar na defesa do interesse público.

As suspeições que abundam, mas não prevalecem, se aplicam a Fachin, um procurador que fazia campanha para o PT no Paraná; a Dias Toffoli, ex-funcionário do PT; a Ricardo Lewandowski, amigo da família de Lula; e Gilmar Mendes, cuja mulher, Guiomar, era íntima de Marisa Letícia e as duas costumavam assistir a shows juntas em Brasília.

Na forma da lei, esses ministros são suspeitos e não poderiam julgar nada que beneficiasse Lula. Portanto, o julgamento que declarou a suspeição de Moro devia ser nulo de pleno direito, até porque ele nem teve direito de defesa, com 15 dias para se manifestar, anexar documentos e indicar testemunhas, segundo o Código de Processo Civil, art. 146, parágrafo 1º.

###
P.S.  – Vamos voltar ao assunto, é claro, por ser inesgotável. E a Tribuna está correndo este páreo sozinha, porque a mídia quer a volta de Lula e da publicidade governamental, cortada por Bolsonaro. Todos sabem que Lula é muito generoso na distribuição de recursos públicos, não é verdade? (C.N.)

27 thoughts on “Será que algum dia o ex-juiz Moro perdoará o STF pelas indignidades feitas contra ele?

  1. 1) De acordo com a Filosofia Budista ninguém sofre de graça…

    2) Se o erro foi nesta vida ou em uma vida anterior, a Lei do Karma, Lei do Retorno é infalível, matemática…

    3) Logo, se o ex-juiz está sofrendo é fruto de suas ações pregressas e sendo ele inteligente saberá encontrar em uma saudável Religião ou Filosofia o verdadeiro lenitivo de sua vida.

    4) Escrevo respeitosamente.

  2. Carlos Newton, eu concordo com você , e, estarei com você em qualquer circunstância.

    Moro foi humilhado por essa corja que milita no STF.

    Abração

  3. CN na sua eterna ladainha de que Moro é um Deus e por isso qualquer ato seu é algo incriticável.

    Não importa se tal figura extrapolou os limites legais, o que importa para CN e alguns é que ele conseguiu condenar Lula.

    Os métodos para tal façanha são desprezados por admiradores incondicionais. Moro agiu estritamente dentro das leis, conforme pensam aqueles que acham como os representantes da justiça devem se comportar?

    Certamente os adoradores de Moro passam ao largo dessas reflexões, tais como aqueles fanáticos que relevam qualquer comportamento de seus ídolos,

    Para mentes moucas, argumentos loucos.

    • José Vidal, gado lulista, e a eterna ladainha que Lula , o homem mais honesto do Brasil, é um Deus e por isso qualquer roubalheira patrocinada pelo ex-presidente é algo incriticável ! kkkkkkkkkk

      • Renato,
        não é disso que estou falando. Talvez o teu raciocínio seja tão profundo quanto uma poça que a formiga atravessa com água pelas canelas.

        Lula não me engana e sei que ele cometeu crimes, mas isso não faz com que eu feche os olhos aos erros de Moro. O criminoso é condenado, porque se desviou da lei. Então, quem julga não pode agir como um criminoso. É simples para quem enxerga além do próprio nariz, complicado para quem vê apenas as aparências.

  4. Moro condenou Lula SEM prova, para conseguir isso cometeu muitas ilegalidades.
    Mas sua punição ainda vira. Não podemos admitir o uso do judiciário para fins políticos e em benefício próprio como Moro o fez.

  5. Bom dia , leitores (as):

    Senhor Jose Vidal , acontece que as decisões do então juiz Sérgio Moro foram submetidas aos membros das demais ” INSTÂNCIAS HIERARQUICAS DO JUDICIÁRIO BRASILEIRO ” , que foram avalizadas e aprovadas c/as correções e ajustes devidos , então na sua concepção todos os membros envolvidos ” PREVARICARAM ” , pois foram incapazes de enxergar a ” PSEUDO PARCIALIDADE ” do então juiz Sérgio Moro , mas omite o fato de que o ex-presidente Luis Inácio da Silva ( vulgo Lula ) tem/esta usando e abusando repetidas vezes do direito de defesa , através de um verdadeiro ” DERRAME DE RECURSOS ” , com a omissão e conivência dos ministros/juízes do próprio Supremo Tribunal Federal- STF , que se colocaram a seu serviço e dispor integralmente , com direito á pautar a agenda dos mesmos , e escolha do juiz predileto , como é público e notório , com o agravante de que a banca de advogados de Lula , é uma verdadeira ” LAVANDERIA COMPROVADA ” de dinheiro proveniente dos mais diferentes crimes , com a participação de membros do poder judiciário e familiares , daí a perseguição aos membros multidisciplinares da equipe de investigadores da lava-jato .

    • Senhor jose carlos cabral,
      por que os atos decisórios das condenações foram anuladas? Houve, por acaso, fato determinado que ratificasse a decisão de ser a 13ª a vara competente para o julgamento?

      Claro, as opiniões quanto ao assunto são divergentes, mas acho que a maioria dos juristas concorda com a decisão do STF.

  6. Quando se fala em “Moro condenou o lula”, deve-se se agregar ao caso mais nove desembargadores e ministros que respaldaram as condenações de forma unânimes .
    No caso do TRIPLEX, a pena foi até aumentada, então achar que Moro cometeu perseguição contra lula, é descabida e mal intencionada.
    As provas abundaram e dizem ser robustas. Agora quem usa o judiciário em causa própria, é o tal de Luis Inácio da Silva, vulgo lula, que teve a cara livrada nos processos, justamente por juízes que ele próprio nomeou, e isto não é falácia, é verídico, quem quiser, é só pesquisar.
    Por ser um pais criado justamente para “premiar” a vagabundagem, é por isso que estas coisas ocorrem no Brasil.
    Quem não vê as coisas como elas são, é por que sofre da anomalia física da cegueira, ou a anomalia moral do fanatismo.

  7. Para mim, o ENORME ERRO que Moro cometeu foi abdicar da judicatura para tornar-se ministro dessa praga maldita que governa esse malfadado país. O BRASIL NUNCA TEVE UM PRESIDENTE PIOR QUE ESSE MOLEQUE ESTÚPIDO E MAL EDUCADO QUE ORA OCUPA O PLANALTO. Digam o que disserem de Lula: ignorante, analfabeto, inculto, ladrão, tudo que quiserem. Concordo. Mas podem ter certeza absoluta de uma coisa: ELE É INFINITAMENTE MELHOR QUE O BOÇALNATO. Já deixei bem claro aqui que o meu candidato é o CIRO GOMES. Se no entanto, nas próximas eleições, acabarmos num segundo turno entre Bolsonaro e Lula, sem nenhuma dúvida VOTAREI NO LULA !!!

  8. Se o Moro perdoará o STF em verdade não importa, porque o mal maior foi o que resultou para o país: descrença maior no sistema, estímulo á corrupção através da mensagem de que nossa justiça tem lado preferencial – o dos poderosos.

  9. Caro Newton,

    Apesar de Moro ter os seus críticos, que o acusam de extrapolar questões legais para julgar e condenar Lula, o STF tê-lo acusado de suspeito e o condenado por essa “suspeição”, anulando os processos contra o petista, Moro ainda tem uma boa parcela da população em seu favor.
    Quanto ao STF, tem a maioria absoluta do povo contra si.

    Ainda bem que Moro levou mais em conta os graves crimes cometidos por Lula e sua gangue que, lá pelas tantas, ficar atrelado a filigranas do Direito, que poderiam impedir que Lula fosse punido como deveria.

    Se não adiantaram os seus esforços para prender Lula, ratificado pelo TJ e STJ, o povo soube quem era Lula, quem foi o maior ladrão que este País já teve na sua História, e do mundo contemporâneo!

    Por mais que vociferem os detratores do ex-juiz, os que exigem logo do Poder Judiciário uma conduta absolutamente imparcial e isenta – algo impensável para o Brasil -, Moro agiu como um cidadão que foi roubado, explorado e manipulado pelo poder Executivo, como nunca antes fora constado nesta República.

    Por outro lado, se bandidos estão sendo soltos pelo Supremo, alegando rigoroso cumprimento das “leis”, porém indo de encontro à justiça, que é o que se pretende sempre, Moro foi JUSTO.

    Se extrapolou, exagerou, agiu ilegalmente em certos momentos, se foi pelo atalho, MARAVILHA, Lula foi desmascarado, o PT agia como uma quadrilha, e os roubos bilionários diminuíram com a prisão de Lula e suas condenações de roubo e lavagem de dinheiro!

    Não aceito que um delinquente contra o seu próprio País que presidia, contra o próprio povo que o elegeu para levar adiante esta Nação, que a Justiça deveria ser como gostariam as pessoas que desconhecem ou não querem aceitar a realidade jurídica brasileira, onde a isenção e imparcialidade são as condições menos obedecidas pelo Judiciário.

    De nada teria adiantado a Lava Jato, a maior operação contra a maldita corrupção que se tornou instituição neste País ter sido elaborada, se não pudesse, por força de leis mal feitas, e com o único intuito de manter a impunidade para certas pessoas ou castas ou elites ou pertencentes ao poder econômico, condenar e prender os ladrões flagrados em seus crimes!

    Moro, da mesma forma, seria criticado por não condenar Lula, alimentando a impunidade mas, em compensação, agindo com rigorosa obediência às normas promulgadas pelo poder que é sinônimo de corrupção, roubos, explorações e manipulações contra o povo, que é o antro de venais, o Legislativo!

    Tenho prá mim que a JUSTIÇA pediria esta atuação do ex-juiz, e não que ele seguisse as tais de leis, normas e regras, que protegem criminosos!!!

    Prá mim é muito mais importante que se busque a JUSTIÇA, que as leis sejam obedecidas ao pé da letra, sem maiores flexibilidades, conforme o crime e quem o tenha praticado.

    Lula, presidente da República, deveria ser a pessoa que menos direitos deveriam ser observados, pois desrespeitou o povo e País!
    A condenação deste salafrário deveria ser simplesmente SUMÁRIA, sem os cuidados que ainda foram tomados.

    Newton tem o apoio de vários comentaristas, que o elogiam a cada artigo abordando os crimes contra Moro, levados adiante pelo Supremo, mero tribunal político e de garantias à impunidade para os amigos e íntimos daquela Corte.

    Abraço.
    Saúde e paz.

  10. Fala do seu Fachin, que está empregado como juiz do STF: “O populismo totalitário ronda a democracia brasileira. É fundamental esse alerta, porquanto é antessala do golpe.”

    O idoso juiz condena os outros, mas não se lembra, nem a duras penas, o que ele fez para livrar o Lula da prisão e restabelecer seus direitos políticos. Portanto, deu sua contribuição para o estado de zona total que estamos vivendo.

    • Concordo com o Fachin. O P$TF estava a ponto de dar um golpe, fracassou. Esse “juiz”, protetor de criminosos, deveria ser impichado e preso por atentar contra a soberania do Brasil. A polícia civil fez muito bem em desobedecer a ordem do integrante/simpatizante do MST. Afinal de contas, ordem absurda NÃO se cumpre.

      “Eu por mim, colocava esses vagabundos todos na cadeia, começando pelo $TF”
      Filósofo Abraham Weintraub

  11. Boa noite , leitores (as):

    Senhor Jose Vidal , para os ministros/juízes do STF ” REVOGAREM E ANULAREM ” os atos decisórios das condenações da13ª da vara de Curitiba e demais instâncias do poder judiciário , eles recorreram e usaram os mais diferentes artifícios e subterfúgio ” CRIMINOSO ” , menos o respeito às leis ou a quaisquer outros dispositivos legais que os amparassem e legitimassem seus atos , portanto eles recorreram ao ” CRIME ” , para punir um pseudo criminoso , pois é isso que ocorreu e esta ocorrendo no STF .

  12. Alex,

    O teu caso é psicológico.
    Não quero dizer que és adepto do crime, que te identificas com criminosos, e que os defende.
    Não quero chegar a tanto.

    Mas, esta tua adoração por Lula tem um componente mental que está desarranjado, e seria de bom alvitre procurares um especialista.

    A saudação “Oh glória”, te denunciou, pois duvido que Deus esteja ao lado daqueles que apoiam e endeusam quem roubou, explorou e manipulou o povo!

    Procura um psiquiatra ou psicólogo ou psicanalista, mas sai desta tortura mental que te encontras.

  13. A condenação de Lula pelo ex juiz é tão esdrúxula pois não há crime na sentença.

    Lula: culpado de um crime desconhecido
    https://bit.ly/3eB9TBJ

    Bendl agradeço pela preocupação, mas são os antilulistas que deveriam ir ao psiquiatra ou psicólogo ou psicanalista pois não suportam ver o filho do povo no poder.

    E usam de toda sorte de subterfúgio para esconder o preconceito, sendo o mais evidente: a crença em qualquer coisa por mais absurda que seja, apenas para justificar seu desprezo.

    Acordem Bendl e CN, venham para a luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *