“Também acha que errei?”, pergunta Flávio Bolsonaro aos aliados, sobre sua mansão

Charge do Sonego (A Tribuna de Criciúma)

Bela Megale
O Globo

Criticado até mesmo por aliados, após comprar uma mansão de R$ 6 milhões em Brasília, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) passou a fazer uma pergunta quando fala sobre o assunto com interlocutores: “Você também acha que eu errei?”.

O questionamento, por enquanto, é só retórica. O próprio senador costuma emendar na pergunta sua defesa, falando que é perseguido e que a família vinha sofrendo com a “falta de privacidade” por causa do escândalo das rachadinhas.

O filho 01 de Bolsonaro, no entanto, não entra no mérito de como pagará as parcelas, que chegam quase ao valor total de seu salário líquido de R$ 23,9 mil como senador.

PREJUÍZOS A BOLSONARO – Como a coluna informou, no Palácio do Planalto a avaliação da compra da mansão por Flávio é a pior possível. Para auxiliares do presidente, a mansão mina o discurso de austeridade de Bolsonaro e tem maior potencial de estrago que o caso Queiroz.

Um dos pilares da eleição de Jair Bolsonaro foi o enriquecimento dos filhos do ex-presidente Lula. Hoje, a mesma fatura chega para o presidente.

RECURSO NO STJ – A defesa de Flávio Bolsonaro protocolou nesta sexta-feira (5) um agravo regimental junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) em que questiona a paralisação do julgamento de recursos apresentados pelo senador no caso Queiroz.

Na peça, os advogados Rodrigo Roca e Luciana Pires argumentam que não existe previsão legal no regimento interno da corte para que o relator do caso, Felix Fischer, determine novas diligências após a análise dos recursos já ter sido iniciada pela Quinta Turma. Eles ainda destacam que outros julgamentos, inclusive no Supremo Tribunal Federal (STF), estão atrasados por causa da medida.

“Isso implica em dizer que provocar-se mais atraso na conclusão do julgamento em questão – qualquer que seja o seu resultado – também significa emperrar-se outras duas instâncias – sendo uma delas o STF – que aguardam, como todo o país, a decisão do STJ para poderem seguir com os seus respectivos expedientes e até outros que guardam relação com o tema deste recurso”, escreveram os advogados.

CASO QUEIROZ – Fischer paralisou o julgamento de dois recursos de Flávio Bolsonaro no início da semana passada ao solicitar informações sobre o andamento do caso Queiroz na justiça do Rio. A defesa de Flávio questiona a medida na tentativa de retomar o julgamento que estava previsto para terça-feira passada.

Um dos recursos retirados da pauta questiona a inclusão no processo da rachadinha do relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que mostrou movimentações atípicas de Fabrício Queiroz. O documento trouxe o senador para o centro das investigações.

O outro recurso pede a anulação de todas as decisões de Flávio Itabaiana, juiz da 27ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio que conduziu o caso Queiroz. Se fossem julgados procedentes, os recursos anulariam toda a investigação contra o senador.

10 thoughts on ““Também acha que errei?”, pergunta Flávio Bolsonaro aos aliados, sobre sua mansão

  1. Tudo miliciano. Só tem negócios mal explicados.
    Lembram do Lulinha? Tb sempre acusado? Ele tinha a Game Corp. CNPJ. Declaração no IR. Tudo dentro da lei. Nunca foi condenado apesar de vasculharam toda sua vida por 5 anos!

  2. A meledicência do Globo, a prostituta de luxo da bandidocracia socialista, não tem limites. Ao comparar os negócios imobiliários do Flávio do Bolsonaro, que é empresário e político há mais de 20 anos, com o enriquecimento dos filhos do Lularápio, trata os seus leitores como otários sem discernimento.

    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
    Flávio Nantes Bolsonaro … é um empresário, advogado e político brasileiro … Possui especializações em Políticas Públicas pelo IUPERJ e em Empreendedorismo pela FGV.[2] … Deputado estadual pelo estado do Rio de Janeiro desde 2003, foi eleito para seu quarto mandato nas eleições de 2014, com 160 359 votos.[3][4] No segundo mandato, foi presidente da Comissão Especial de Planejamento Familiar.[5] Em 2018, foi eleito senador pelo Rio de Janeiro.[6]

    E os filhos do Lula?

    Tudo que você, leitor, precisa saber sobre a imprensa brasileira é o seguinte: um jornalista teve o seu lar invadido, os seus equipamentos de trabalhos foram apreendidos, foi enclausurado duas vezes, foi ameaçado e “acidentado” na prisão, está semi-paraplégico, em prisão domiciliar e proibido de abrir a boca. Tudo isso aconteceu sem existir uma só acusação formal contra o dito jornalista. E a imprensa brasileira, o que diz? Ela diz, cancelem o jornalista!

    A grande imprensa brasileira, além de prostituída, é também criminosa.

    • Advogado Informe a OAB desse bandido!

      Empresário de uma loja de chocolates onde o maior faturamento, em dinheiro vivo, não foi na Páscoa e, quem fez a maior retirada em dinheiro da loja foi o Flavinho Rachadinhas cujo sócio ficou a ver navios.

      Já deu sua participação mensal, do seu salário de”assessor”, pro chefinho pagar a mansão?

  3. E depois do excelente trabalho de equipe entre os três poderes, o trabalho do MP é enxugar gelo, pois nunca mais quem desvia mais do que o suficiente para arcar com o $ de uma boa banca de advogados, será preso após o habeas corpus que o livra da preventiva.
    Vamos rezar para que a pandemia faça o trabalho dela, auxiliada fortemente pela bagunça generalizada de nosso desgoverno.

  4. O miliciano fez a pergunta pra quem?

    Se for para as pessoas de bem, errou sim. Quero dizer, és um bandido.

    Agora, se a pergunta for para o STJ ou STF, com certeza, miliciano, você fez a coisa certa, pois esses “poderes” dão cobertura aos bandidos políticos, ou políticos bandidos.

  5. Sr. Turíbio,
    Não interessa nada disso.

    O que interessa é que não tinha renda pra comprar o imóvel.
    Isso tá mais do que comprovado.

    Outra: Empresário de que?

    De Rio da pedras e muzema?

    Empresário das milícias?

    Empresário de loja de chocolate que lavava a grana das rachadinhas?

    Amigo, esses filhos eram dois pobres diabos que enriqueceram ilicitamente.

    Pra mim, os dois são ladrões!!

    Aonde está a maledicência? Kkkkkkk
    Pelo amor de Deus!!!
    Para com isso!!!
    Retire os antolhos!!!

    JL

Deixe uma resposta para Tetsuo Oishi Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *